Leonardo Silva - Atlético-MG

Leonardo Silva começou sua história no futebol mineiro no Cruzeiro, mas foi no Galo que se tornou um dos maiores ídolos recentes do clube - Foto: Divulgação Atlético-MG

Valinor Conteúdo
15/09/2018
15:55
Belo Horizonte

Quando o zagueiro Leonardo Silva deixou o Cruzeiro, no fim de 2010, não imaginava que se tornaria um dos maiores ídolos do Atlético-MG nos últimos anos com atuações decisivas como na final da Libertadores de 2013, quando marcou o gol que levou a partida contra o Olímpia para os pênaltis, garantindo o título.

Sete anos depois, com 346 jogos pelo Galo, Léo Silva encara mais um clássico contra a Raposa, o seu 32º com a camisa alvinegra. Esse retrospecto no Atlético-MG credenciou o defensor a ter tratamento especial da diretoria. Mesmo aos 39 anos, o Galo negocia a renovação de contrato com o zagueiro.
Todas essas emoções, o clássico, a possibilidade de ficar mais tempo no clube que o alçou ao sucesso no futebol, fizeram parte da semana do jogador que contou como está em relação ao cenário.

- É um misto de situações que estamos analisando. As conversas para buscar uma renovação já começaram. Até o fim do ano, vai acontecer alguma coisa. Estou bem e feliz no clube e o bacana que ainda me dá um frio na barriga antes dos jogos. Acho que isso é que move o atleta, essa felicidade, esse interesse de estar presente no dia a dia. Eu pretendo que isso continue. Isso vai acontecer num determinado momento, mas sem ansiedade, sem pressão. Minha preocupação no momento é fazer com que o Atlético-MG esteja em cima, disputando títulos, para que a gente consiga levantar taças ao final e ao longo da minha permanência ou não, disse Léo Silva

Sobre o clássico, Leonardo Silva viveu os dois lados da moeda, ou dos rivais mineiros, mas a intensidade do jogo que fez valer a alcunha de ídolo, foi do lado atleticano e isso ainda mexe com Léo.

- É muito importante pela confiança e maturidade representar uma camisa tão grande em uma clássico nacionalmente conhecido. Mesmo com a passagem do tempo, ficamos mais maduros e confiantes. É muito gratificante. Fico feliz de atingir essa sequência com a camisa do Atlético-MG .É um jogo à parte disse o defensor.

Além da identificação e os títulos de Leonardo Silva com o Galo, ele se tornou esta semana o zagueiro com o maior número de gols na história do Campeonato Brasileiro com 31 gols, superando o ex-colega Réver, do Flamengo.