Tardelli está sem entrar em campo oficialmente desde julho de 2020 e segue em preparação física

Tardelli está sem entrar em campo oficialmente desde julho de 2020 e segue em preparação física-(Bruno Cantini/Atlético-MG)

Valinor Conteúdo
13/01/2021
17:48
Belo Horizonte

A situação do atacante Diego Tardelli no Atlético-MG, que se recuperou de uma grave lesão no tornozelo direito, sofrida em julho do ano passado, está cada dia mais indefinida.

O jogador já está treinando e recuperando a forma física, mas a sua utilização na equipe não deve acontecer antes de fevereiro, como prevê o técnico Jorge Sampaoli.

O treinador comentou sobre a situação de Diego Tardelli e não deu um prazo para utilizá-lo.

-Depende da evolução dele. O dia a dia vai nos mostrando se Diego, com a grande ausência, pode competir com os que têm muitas partidas já jogadas. Isso dependerá da competição interna. Isso vai ser determinante. Um jogador que sofreu a lesão que ele teve, com tanto tempo parado, seguramente terá que se colocar em forma ou igualar aos demais-disse o argentino.

Com esse cenário, a terceira passagem de Tardelli pelo Galo pode ter apenas alguns minutos jogados no clássico contra o Cruzeiro, pelo Campeonato Mineiro. O atacante tem contrato com o alvinegro até o fim de fevereiro e se Sampaoli não sentir confiança em colocar Tardelli em campo poderá não atuar pelo Brasileiro.

CONFIRA COMO ESTÁ A SITUAÇÃO DO GALO NA SÉRIE A NA TANELA L!

O clube ainda avalia como fará após o término do atual vínculo, Se irá renovar, ou deixar de contar com os serviços do jogador, de 35 anos.

Diego Tardelli se tornou ídolo da torcida atleticana com passagens marcantes em 2009 e em 2013/2014, vencendo os principais títulos do clube nos últimos anos como a Libertadores de 2013 e Copa do Brasil de 2014.

Tardelli sofreu uma fratura-luxação do tornozelo direito, com ruptura ligamentar e lesão da cartilagem, em um jogo-treino contra o América, no dia 15 de julho, na Cidade do Galo,e desde então não entrou mais em campo.

O atacante foi contratado novamente no dia 12 de fevereiro de 2020, quase um mês depois de o camisa 9 rescindir o contrato com o Grêmio.