Valinor Conteúdo
08/09/2021
21:10
Belo Horizonte

O Atlético-MG ainda não está no nível de Palmeiras e Flamengo. É o que afirma o diretor de futebol do clube mineiro, Rodrigo Caetano, mesmo com a atual campanha do alvinegro, líder isolado do Brasileiro e com chances de pelo menos mais dois títulos, na Copa do Brasil e Libertadores.

Confira a classificação do Brasileirão

O dirigente argumentou que o projeto dos rivais está em um degrau acima do Galo no momento, pois já geraram frutos vencedores com muitos títulos nas últimas temporadas, com destaque para as Libertadores de 2019 e 2020, vencidas pelo Rubro Negro e Verdão respectivamente.

Necessidade de venda e fim das contratações

Mesmo tendo ido com força ao mercado para reforçar o elenco, Rodrigo Caetano afirmou que o Galo não vai mais trazer atletas até o fim do ano. A ideia é conseguir mais vendas que reforcem o caixa do clube. Recentemente, o clube negociou o atacante Marrony para o Midtjylland, da Dinamarca, por 4,5 milhões de euros (R$ 27 milhões).

Apesar do bom negócio, o clube mineiro ainda precisa vender mais jogadores para conseguir atingir a meta de arrecadação estipulada pelo clube. Confira nos vídeos da matéria as explanações do diretor atleticano.

Comemoração Diego Costa
Diego Costa é, provavelmente, segundo Caetano, a ultima contratação de 2021 (Pedro Souza / Atlético)