Arena MRV ainda tem pendências com órgãos municipais e estaduais

Há quase dois anos o clube mineiro tenta liberar as obras do seu estádio. A espera está perto de acabar- Reprodução/Atlético-MG

Valinor Conteúdo
14/12/2019
17:13
Belo Horizonte

A espera pelo início das obras da Arena MRV está cada vez mais perto de acabar. Uma reunião do Conselho Municipal do Meio Ambiente (COMAM), marcada para o dia 20 de dezembro, sexta-feira, pode finalmente liberar as obras do estádio do Galo.

Este encontro da entidade é a fronteira final para que os trabalhos do empreendimento atleticano, que conta com atrasos de quase dois anos, elevando o prazo de entrega para 2022.

A reunião do COMAM será decisiva para a concessão do documento que libera a obra? o Documento Autorizativo para Intervenção Ambiental (DAIA).

Correndo tudo bem, o novo estádio do Galo terá custo de R$ 410 milhões, com a arena tendo capacidade para 47 mil torcedores.

O clube conseguiu arrecadar esse valor vendendo metade da sua participação no Diamond Mall por R$ 250 milhões, R$ 160 milhões por meio de naming rights, com R$ 60 milhões já garantidos pela MRV Engenharia, e venda de cadeiras cativas, R$ 100 milhões, com 60% da venda já garantida pelo Banco BMG.