Levir acha que o VAR precisa de melhorias para ser uma ferramenta útll ao futebol

Levir acha que o VAR precisa de melhorias para ser uma ferramenta útll ao futebol- Bruno Cantini/Atlético-MG

Valinor Conteúdo
31/03/2019
16:17
Belo Horizonte

O técnico Levir Culpi considerou que, diante das circunstâncias, o Atlético-MG teve uma boa atuação no empate sem gols com o Boa Esporte, neste sábado, em Varginha, no jogo de ida da semifinal do Campeonato Mineiro. Para o treinador, o resultado também foi importante porque, agora, a decisão da vaga na final será diante da Massa Atleticana.

-O time jogou para vencer, criou situações para isso e, por muito pouco, não levamos a vitória, mas levamos um grande resultado para Belo Horizonte. Agora, a torcida é nossa e a obrigação também é nossa de vencer em casa”, disse o comandante alvinegro.

Levir Culpi reconheceu os mérito do adversário e destacou que o time manteve o equilíbrio mesmo quando ficou com um jogador a menos-disse o treinador.

O técnico do Galo comentou como teve de alterar a equipe após a expulsão de Zé Welison, em um lance revisto pelo VAR, a grande novidade e ponto de discussão da partida. 

-Eles têm um time bem montado, não chegou à toa nessa situação. Com a expulsão, tirei o Ricardo, coloquei o Lucas e ficamos com a igualdade de jogadores, os dois zagueiros deles ficaram sobrando, por isso não perdemos o controle do jogo. Mantivemos até a posse de bola e criamos chances. Então, foi um resultado legal que os jogadores conseguiram e vamos, agora, confirmar na volta-, completou o técnico, que falou sobre o VAR, demonstrando preocupação com o modo de uso da ferramenta para os jogos de futebol.

-Tivemos lances polêmicos. Eu tenho um pensamento. Claro, precisamos evoluir, pois a tecnologia veio para nos dar ferramentas para melhorar. Não podemos piorar o jogo. Agora, o que acontece é o seguinte: se você comparar, por exemplo, com vôlei. Aí o técnico pede um ou dois por tempo. Tô achando que muita gente está sendo envolvida no VAR, está muito perigoso. Outra coisa é a seguinte: vamos bater um escanteio, e se alguém faz pênalti? Certeza, alguém agarra, alguém empurra, alguém segura. Se você for observar, tem um pênalti. Como vai fazer? Vai dar todos os pênaltis em escanteios? Todo mundo se agarra, todo mundo puxa um ao outro, é uma postura mais ou menos parecida com a do basquete, com um empurrão, um tumulto. Agora, toda hora vai parar para isso? Acho que são muitas paradas, são muitas dúvidas. Não sei se o árbitro acertou ou errou, não vi pela televisão, parece que acertou. Mas é uma situação importante, porque ganhar injustamente não é legal também. Dou razão, acho que devemos usar a tecnologia. Mas ela deve ser ajustada, pois não estamos com domínio do VAR. Vamos deixar correr, vamos apanhar um pouquinho, mas acho que vai melhorar muito- explicou Levir.

O jogo de volta entre Boa Esporte e Galo será no domingo, 7 de abril, às 16h, no Mineirão. O alvinegro pode empatar mais uma vez que estará classificado para mais uma final do Estadual.