Marcos Rocha Palmeiras

César Greco/Palmeiras

Valinor Conteúdo
12/05/2019
19:42
Belo Horizonte

O lateral-direito do Palmeiras, Marcos Rocha é cria da base do Atlético-MG, deixando o Galo em dezembro de 2017. Talvez pelos anos vividos no clube mineiro, o jogador se posicionou sobre as diferenças entre o alvinegro na época em que ele atuava e com o elenco que está no clube.

Rocha direcionou seu comentário ao ex-diretor de futebol do Atlético-MG, Alexandre Gallo, que deixou o alvinegro em outubro de 2018, após ser contestado por contratações que não renderam o esperado dentro de campo.

- Primeiro, tem que respeitar os colegas de profissão, mas mudou bastante as características. O Atlético trouxe Alexandre Gallo em 2017 e deu liberdade a ele, deixou ele fazer uma revolução. Agora colhe os frutos disso aí - disse em entrevista à Rádio 98.

Na gestão de Alexandre Gallo que se iniciou fim de 2017, quando Sérgio Sette Câmara assumiu a presidência do Galo, contratou 18 jogadores, sendo que alguns nomes como o atacante Denílson e o zagueiro Martin Rea eram os principais alvos de críticas por parte dos torcedores alvinegros.

O Atlético-MG não comentou sobre o assunto e Gallo se limitou a dizer que não pode falar de Marcos Rocha, pois quando ele esteve no clube mineiro, o lateral já havia ido para o Palmeiras.