Guga entende as cobranças e prevê uma pressão maior sobre a equipe após saída da Sul-Americana

Guga já vinha sendo cortejado pelo futebol europeu há algum tempo e seu destino pode ser a Rússia-(Bruno Cantini/Atlético-MG)

Valinor Conteúdo
05/08/2020
14:54
Belo Horizonte

O Atlético-MG encaminhou a venda do lateral-direito Guga, de 21 anos, para o Spartak Moscou, da Rússia. O clube russo deve pagar ao time mineiro 4,5 milhões de euros (cerca de R$ 28,3 milhões).

Guga, que é presente frequente na seleção olímpica, está no Galo desde 2019 e assinou com o clube alvinegro até 2023. Sua saída para o Spartak deve lhe render um acordo de cinco anos.

Caso a venda seja concretizada, o Atlético ficaria com 75% do valor, o Avaí. time que o revelou, 25%. Todavia, os russos querem 100% do jogador, que também comprariam a parte dos catarinenses, ficando R$ 21 milhões para o Galo.

O alvinegro já está preparado para uma possível saída do jogador, com a contratação de Mariano, 34 anos, vindo do Galatasaray e apresentado esta semana.

O experiente atleta, velho conhecido de Sampaoli será o titular do Galo nesta quarta-feira, no jogo de volta da semifinal do Campeonato Mineiro, contra o América-MG.

Guga chegou ao Galo no fim de 2018, com os mineiros pagando R$ 7,5 milhões ao Avaí e repetirá o modelo de apostas em jovens laterais que geram boas vendas para o clube. O caso mais recente da ponte Atlético-Europa é de Emerson, que chegou a Minas por R$ 6 milhões, vindo da Ponte Preta, e rendeu 12 milhões de euros (mais de R$ 50 milhões) após ser vendido para o Barcelona, sendo repassado ao Betis, da Espanha. O Atlético ficou com R$ 30 milhões da venda de Emerson.

Pelo Atlético-MG Guga disputou 45 jogos, sem marcar gols e suas constantes convocações para a seleção olímpica ajudaram a expor seu futebol, o que deve culminar na sua transferência para o futebol russo.