Cazares está liberado pelo DM do Galo, porém não deve estar em campo diante do Cruzeiro

Cazares não vem treinando com o grupo principal do Galo e disse esta à disposição para jogar-(Bruno Cantini/Atlético-MG)

Valinor Conteúdo
25/08/2020
18:36
Belo Horizonte

O meia equatoriano Juan Cazares, de 28 anos, vive um ano de incertezas no Atlético-MG, já que não vem sendo aproveitado e com o contrato vencendo no fim do ano, não sabe se irá seguir no clube ou buscar novos ares. O jogador, que está fora dos planos da diretoria do Atlético e do técnico Jorge Sampaoli, está treinando em separado, mas se colocou à disposição para voltar a ser utilizado na equipe principal. Pelo menos é o que disse em uma entrevista à Rádio 97,3 FM, de Pirapora, cidade do Norte de Minas Gerais.


-Eu só estou treinando, estou cumprindo meu contrato. Estou treinando todos os dias, chegando direitinho à Cidade do Galo, treinando bem. Mas não posso falar nada para não especular muito, para não fazer a cabeça do torcedor, mas Deus é que sabe. Ainda estou no time. Se o time quiser que eu fique, eu estou aí. Mas a decisão é do treinador- disse.

A falta de chances no Galo em 2020 de deve ao comportamento de Cazares, que se envolveu em diversas confusões como festas durante a quarentena e até mesmo se contaminou com o novo coronavírus, além de declarações mal vistas pela diretoria quando falou com excesso de carinho do Corinthians. Esses fatores o afastaram do elenco principal. Atualmente, ele treina com o time de transição.

Cazares comentou que Sampaoli não o procurou para falar sobre o afastamento.

-Não (conversei com o Sampaoli). Depois do que aconteceu comigo da COVID-19, que peguei e fiquei quase três semanas fora (foram mais de 30 dias). Quando voltei, não voltei mais no time. Mas o treinador tem outros jogadores na cabeça dele. Eu respeito, desejo muito sucesso ao time. Sempre estou torcendo, sempre vejo os jogos, porque meus amigos estão ali. Não conversei nada com ele e nem com ninguém. Só estou treinando, fazendo o meu trabalho, e mais nada-contou.

O jogador disse ainda que está em forma e tem cumprido bem o seu papel nos treinamentos.

-Estou cumprindo meu contrato, estou treinando bem, estou bem fisicamente. Agora, às 16h, vou fazer um outro treino aqui em casa. Contratei um amigo meu, que é fisiculturista e que ajuda. Então, estou treinando muito. Se for para sair ou ficar, estou preparado, estou tranquilo-disse.

Comentários sobre uso de drogas

Na mesma entrevista, Cazares rebateu as críticas de que estaria usando drogas, em mensagens recebidas em suas redes sociais.

-Sempre falam. Um dia, um cara escreveu: “Cazares bêbado e drogado joga mais que não sei qual jogador do Galo, um companheiro nosso”. Eu falei: “Mano, fala o que quiser, mas droga eu nunca usei”. Mas quem não toma uma? Só conheço um que não bebe, que não toma uma cerveja, que é o Ricardo Oliveira. Conheço outros também. Mas quem não toma uma? Mas falar que estou cheirando droga? Para com isso. Falei: “Por favor, pare. Isso aí demais, porque atrapalha”. Minha família também tem Instagram e, às vezes, também marcam eles. E aí prejudica. Os caras acham que é brincadeira, começam a falar demais-contou.