Zamora x Atlético MG

Alerrandro foi o responsável pela vitória e da conquista da vaga na Copa Sul-Americana (Foto: Juan BARRETO / AFP)

Valinor Conteúdo
07/05/2019
21:17
Belo Horizonte

Com dois gols do jovem Alerrandro, o Atlético-MG bateu o Zamora, na Venezuela, por 2 a 1. O triunfo deixou o Galo em terceiro no Grupo E da Copa Libertadores 2019, o que lhe dá a vaga na Copa Sul-Americana. Ignacio González descontou para o adversário, único time no qual os brasileiros venceram na chave.

O resultado deixou o Atlético-MG com seis pontos, na terceira colocação. Cerro Porteño (PAR) e Nacional (URU), que empataram nesta terça-feira em 1 a 1, ficaram com 13 e se classificaram para as oitavas de final. Já o Zamora, com apenas três, está eliminado das competições europeias.

Agora, o alvinegro aguarda o sorteio da Sul-Americana para saber como será sua caminhada na segunda competição mais importante do continente. Os destaques do jogo foram os jovens da base: Alerrandro, pelos dois gols, e o goleiro Cleiton, que mostrou muita segurança na ausência de Victor.

ALERRANDRO ARTILHEIRO

Substituindo Ricardo Oliveira, o jovem Alerrandro mostrou mais uma vez que pode ser útil ao time. Além de marcar os dois gols da equipe, trouxe mais movimentação ao ataque alvinegro, pois buscava mais jogadas com os companheiros. Os tentos anotados foram vitais para o Galo não terminar na lanterna do Grupo E e ainda permanecer em uma disputa internacional com a vaga na Sul-Americana.

BOM PRIMEIRO TEMPO


A etapa inicial do jogo mostrou um Atlético-MG concentrado e com boa movimentação do meio de campo, principalmente de Nathan, que já havia feito bom jogo diante do Ceará, pelo Brasileiro. O resultado da boa organização em campo vieram em forma de gols. Os tentos anotados por Alerrandro tiveram antes uma boa construção de jogadas. O time deixou o primeiro tempo bem e com o atleticano esperançoso que a segunda etapa seria mantida a mesma forma de jogar.

SEGUNDO TEMPO FRACO

Se no primeiro tempo o Atlético-MG se impôs, a volta para a parte final do jogo foi de deixar o seu torcedor contrariado mais uma vez. A equipe alvinegra permitiu que o Zamora fizesse uma pressão até conseguir o pênalti, que gerou o gol dos venezuelanos.

O Galo não atacava, não conseguia segurar a bola e ficou a maior parte do segundo tempo evitando os avanços do Zamora que, caso fosse uma equipe um pouco mais qualificada, poderia ter complicado a vitória mineira e a conquista da vaga na Copa Sul-Americana.

QUEDA DE ENERGIA E JOGO COM POUCA LUZ

Os problemas sociais, estruturais e econômicos na Venezuela foram vistos no Estádio La Carolina, em Barinas. Aos 42 minutos do segundo tempo, parte da energia do estádio caiu. A arbitragem consultou os dois capitães, que aceitaram jogar o restante da partida com uma iluminação prejudicada. A visibilidade do campo não foi totalmente afetada, mas demonstrou mais uma vez que a Conmebol terá de revisar a participação dos clubes venezuelanos nas competições sul-americanas.

O Atlético-MG  volta a campo no próximo domingo, dia 12, pelo Campeonato Brasileiro. O adversário será o Palmeiras, no Mineirão, em duelo que vale a liderança da competição nacional. 

FICHA TÉCNICA
ZAMORA-VEN 1 x 2 ATLÉTICO-MG

Estádio: Agustín Tovar - Barinas (VEN)
Data-hora: 7 de maio de 2019, às 19h15
Árbitro: Carlos Herrera Bernal (COL)
Assistentes: Alexander Guzman e Dionísio Ruiz (BOL)
Cartões Amarelos: Mayker González, De La Hoz (ZAM), Adílson e Nathan (ATL)
Cartão vermelho: não houve

Gols: Alerrandro, aos 24'/1ºT (0-1); Alerrandro, aos 35'/1ºT (0-2); e Ignacio González, aos 14'/2ºT (1-2)

ZAMORA-VEN: Joel Graterol; Carlos Castro, Kevin De La Hoz, Mayker González (Mena, aos 39’-2ºT); Ignacio González, Pedro Ramirez, Oscar Hernández (Zárate, aos 45’-2ºT); Gallardo, Maza, Paiva (Gustavo Rojas - intervalo) e Romero. Técnico: Alí Cañas.

ATLÉTICO-MG: Cleiton; Patric, Igor Rabello, Réver e Fábio Santos; Adílson, Jair; Nathan (Zé Welison, aos 24’-2ºT). Vinicius (Leonardo Silva, aos 44’-2ºT), Maicon Bolt e Alerrandro (Luan, aos 34’-2ºT). Técnico: Rodrigo Santana (interino).