Marcelo Mattos - volante do Vasco (Foto: Matheus Babo/LANCE!Press)

Marcelo Mattos - volante do Vasco (Foto: Matheus Babo/LANCE!Press)

Matheus Babo
15/01/2016
19:16
Pinheiral (RJ)

A temporada passada foi parecida para Marcelo Mattos e seu novo clube, o Vasco. Apresentado oficialmente nesta sexta-feira, o volante atuou pouco em 2015, teve que sair do Botafogo a contragosto e se afastar da família. Já para o Cruz-Maltino, 2015 terminou com um rebaixamento. É buscando um recomeço em 2016 que o jogador se mostrou grato pela oportunidade e quer dar certo em São Januário.

- O ano foi ruim para o Vasco, para mim também. Tive que ir para a Bahia, deixei uma filha de 16 anos no Rio para terminar os estudos. É um recomeço. Estou feliz por voltar ao Rio de Janeiro, jogar por um grande clube e espero retribuir dentro de campo. Muito feliz com a oportunidade, de vestir a camisa de um clube grande, de voltar ao futebol carioca. Vou fazer de tudo para em 2016 dar muitas alegrias a torcida do Vasco - disse o jogador.

No primeiro treino em que esboçou o time titular nesta pré-temporada, o técnico Jorginho testou Marcelo Mattos como titular. Nesta sexta-feira, o treinador já utilizou o paraguaio Julio dos Santos no lugar do recém-contratado. Desânimo? Não para Mattos, que demonstrou ter paciência para esperar por uma oportunidade e aí sim, não deixar mais a equipe principal:

- É normal (testes de Jorginho). Ainda mais eu chegando agora. O que tenho que colocar na cabeça é que quando aparecer a oportunidade, vou estar preparado. Jogador que estiver preparado e souber aproveitar a oportunidade, vai jogar. Dá para ser o Marcelo Mattos de 2010. Tenho que continuar treinando, melhorar a parte física e procurar fazer o meu melhor quando entrar em campo. Se eu conseguir fazer isso, vou cair nas graças da torcida vascaína.

CONFIRA OUTROS TRECHOS DA ENTREVISTA:

FORMA FÍSICA ELOGIADA POR FISIOLOGISTA
Algumas coisas acontecem, aconteceu no Botafogo e não pude controlar. Fico feliz pelos elogios do Alex. Não só eu, mas todos os jogadores aqui demonstram uma boa condição física. Temos que aproveitar a pré-temporada ao máximo.

JULIO TESTADO NO TIME
É normal. Ainda mais eu chegando agora. O que tenho que colocar na cabeça é que quando aparecer a oportunidade, vou estar preparado. Jogador que estiver preparado e souber aproveitar a oportunidade, vai jogar.

BANCO NO VITÓRIA
Fiquei muito tempo parado no Botafogo, cheguei no Vitória com os jogadores voando e não consegui acompanhar. Mesmo de fora, pude ajudar, dar minha contribuição para ajudar meus companheiros.

MESCLA DE JUVENTUDE E EXPERIÊNCIA
Acredito muito nisso. Jogadores jovens precisam do apoio de jogadores experientes dentro de campo. Os mais velhos precisam estar preparado. O nosso estilo de jogo é bastante corrido. Nosso treinador pede bastante velocidade.

JULIO DOS SANTOS TREINANDO COMO PRIMEIRO VOLANTE
Hoje em dia, uma equipe que joga compactada, dá para ter um meia como primeiro ou segundo volante. Como a equipe joga, como é treinada, o professor está testando vári

ADAPTAÇÃO AO ELENCO
Joguei com o Julio César e o Andrezinho no Botafogo. Fui muito bem recebido. Muitos jogadores jovens, o ambiente é muito legal. O grupo sabe a hora de brincar e sabe a hora de falar sério. Esses primeiros dias tem sido legal.

SÉRIE B

É um campeonato muito difícil. A primeira divisão é bem diferente. O jogo é muito truncado, nossa equipe é a grande da segunda. É apenas um começo. Está muito longe ainda, temos o Carioca e a Copa do Brasil