Jorginho, técnico do Vasco, em evento do Instituto Bola Pra Frente (Foto: Igor Siqueira)

Jorginho, técnico do Vasco, em evento do Instituto Bola Pra Frente (Foto: Igor Siqueira)

Igor Siqueira
29/06/2016
20:23
Rio de Janeiro (RJ)

O técnico Jorginho, do Vasco, está com sentimentos paradoxais com o anúncio da convocação do zagueiro Luan para a Seleção olímpica. Ao mesmo tempo em que comemora o chamado do defensor, a quem destina uma lista de elogios, ele tem que se preocupar com a ausência de um titular em um setor que tem sofrido baixas frequentes nos últimos tempos, seja por lesão ou transferência.

- Fiquei feliz da vida por ele. Acho que é merecida a convocação. É um zagueiro firme, seguro, jogador que vai muito bem no confronto direto, bolas aéreas, tem muita qualidade técnica. Tenho certeza que é merecida a convocação dele - afirmou Jorginho, durante jantar do Instituto Bola Pra Frente, no Rio.

Em seguida, o treinador cruz-maltino citou a preocupação para o período a partir de 18 de julho, quando Luan se apresenta com os outros 17 convocados.

- O Vaz saiu, Jomar teve contusão. Tivemos o episódio do Aislan. procurei defendê-lo, porque é difícil um jogador antes de entrar num jogo ser vaiado. Pedi a compreensão do torcedor para que pudesse ajudá-lo. Vamos perder o Luan por alguns jogos, mas nada apaga a alegria de tê-lo na Seleção - acrescentou o tetracampeão do mundo.

Jorginho não descarta uma pinçada no mercado de um zagueiro para o Vasco.

- Temos que estar bem atentos em relação à nossa necessidade. Vamos perder o Luan para a Seleção e a operação do Jomar. Trouxemos o Barbosa, que vai treinar com a gente amanhã. Se acharmos junto com a diretoria que há necessidade, vamos em busca de um nome - emendou.