Vasco x Paysandu

Jorginho quer equipe concentrada e pede equilíbrio ao elenco cruz-maltino (Foto: Paulo Sergio)

LANCE!
20/06/2016
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

No último sábado, o Vasco não apenas perdeu para o Paysandu: o time decepcionou os 8.463 presentes em São Januário, os jogadores saíram vaiados de campo e os quase 11 meses de invencibilidade na Colina caíram por terra.
Jorginho também conheceu sua primeira derrota no estádio cruz-maltino. Apesar de tudo isso, o treinador pede equilíbrio para a equipe conseguir reagir amanhã, no duelo contra o Londrina.

– Sempre procuramos ouvir comentaristas, ou nos programas que assistimos. Mas falavam que vamos ganhar todos os jogos com os pés nas costas e não vai ser assim. Todos os times que vêm aqui se fecham. Quando não há movimentação, quando os jogadores criativos não criam... Treinamos a movimentação, sabendo que eles ficariam fechados. É muito bom o torcedor saber, claro que ele é muito passional, saímos xingados, mas temos que ter equilíbrio. Essa equipe tem trazido alegrias, trouxe honra. Cabeça no lugar. Sabemos que estamos fazendo um bom trabalho – analisa.

O time do Vasco tem uma maneira de jogar definida e um entrosamento evidente. Mas o comandante não acredita que essas virtudes acompanhem um lado negativo: estaria a equipe previsível, fácil de ser neutralizada?

– Isso não é uma realidade. Nós estivemos abaixo do nosso nível. Isso é claro, evidente. Não estivemos bem no jogo. É muito simples fazer análise em cima do resultado, quando o time perde. O Eder foi eficiente no outro jogo, desta vez a nossa equipe não estava bem. Quem substituímos, não foi por deficiência técnica. Vamos ver o “tape” para melhorar no próximo jogo – explica Jorginho.