icons.title signature.placeholder Maurício Ferro
04/06/2014
10:13

O Tricolor lançará o livro “Fluminense – Nós somos a história”, de Heitor D’Alincourt, Dhaniel Cohen e Carlos Santoro, neste sábado, às 12h, na tribuna de honra das Laranjeiras. A obra trata da colaboração do Flu nos 100 anos da Seleção Brasileira.

Toda uma rotina foi montada. No mesmo dia, às 9h, o time treina visando ao amistoso de domingo contra a Itália. Às 10h, o clube inaugura uma exposição com o mesmo nome do livro, que vai durar até pouco depois da Copa do Mundo. Entre os atrativos, está a bola do primeiro jogo da Seleção, diante do time inglês Exeter City (o jogo foi vencido pelo Brasil, por 2 a 0).

- Foi aqui, nas Laranjeiras, que tudo começou há 100 anos. Quis o destino que fosse no Fluminense. Essa bola da capa do livro está aqui (nas Laranjeiras), autografada por vários jogadores que estiveram presentes na partida. Está preservada lá na sala de troféus. É a convidada de honra do evento - disse Heitor D'Alincourt, em entrevista ao LANCE!Net.

A obra conta com diversas fotos recuperadas do acervo do Flu Memória, digitalizadas e tratadas. Algumas inéditas. Além disso, entre muitas outras coisas, tem depoimentos de jogadores em atividade e aposentados, como Fred, Cavalieri e Rivelino, por exemplo.

- A gente tem muito orgulho que isso aqui (foto) é acervo do Fluminense. Estamos recuperando o acervo do Flu. O Fluminense tinha uma revista até o comecinho dos anos 80. Foi dos anos 50 aos anos 80. Essa revista era vendida na banca. Era uma revista sensacional. Outros tempos! - disse novamente Heitor, mostrando uma capa de uma revista Tricolor, que estampava o craque Rivelino, para depois Dhaniel acrescentar:

- A gente digitalizou e tratou várias fotos, e muitas delas inéditas. Tivemos a honra de o Rivelino assinar um texto para esse livro. É o maior jogador dos anos 70, o ídolo do Maradona. Ele contou que os dois grandes momentos na carreira foram na Seleção Brasileira de 1970 e na Máquina Tricolor.

O evento de lançamento do livro já conta com mais de 220 confirmados no Facebook. Sendo lançado um dia antes da partida contra a Itália, promete ser uma programação para a família tricolor no próximo sábado, segundo Heitor.

- Junta tudo. O Fluminense jogar contra a Itália é uma grande honra. Por conta disso, o treino de manhã, às 9h, deve ser meio festivo. Depois haverá a exposição "Nós somos a história", de mesmo nome do livro, às 10h, que acontecerá até depois da Copa. Por fim, às 12h, a obra sendo lançada. É um bom programa para sábado.