icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/06/2014
18:12

Depois que estreou no UFC, em fevereiro do ano passado, Ronda Rousey participou das gravações do The Ultimate Fighter 18 com Miesha Tate e só lutou novamente em dezembro, dez meses depois, quando finalizou a rival pela segunda vez. Depois disso, a americana acelerou o ritmo, se apresentou em fevereiro, contra Sarah Kaufman, e agora está diante de sua terceira defesa de título em menos de sete meses. Rousey enfrenta Alexis Davis neste sábado, pelo UFC 175, que acontece em Las Vegas, no mesmo show que conta com Chris Weidman x Lyoto Machida pelo título dos médios.

Em conferência por telefone realizada para promover o evento, a campeã peso-galo falou sobre o amor que tem pelos treinamentos e revelou que não gosta de ficar muito tempo longe da academia. A lutadora falou sobre o assunto ao ser perguntada sobre um possível período de férias após as três defesas de título no curto espaço de tempo desde dezembro.

- Gostaria de lutar no UFC 182 (que deve acontecer em dezembro ou janeiro), mas aceitaria lutar até se o UFC precisasse de mim e eu fosse chamada 24 horas antes da luta. Não me sinto bem em folgas. Estou sempre na academia. Não gosto de descansar, eu curto a adrenalina. Gosto de me manter em forma, por isso estou lutando agora. Mas gostaria mais de poder lutar agora só no fim do ano - ponderou.

Rousey ainda fez questão de rasgar elogios à desafiante ao cinturão. Segundo Ronda, Davis irá usar todas as ferramentas que estiverem ao seu alcance durante o combate.

- Ela é a lutadora mais bem condicionada que já enfrentei. Os treinadores delas são um dos melhores que já encarei. Ele é muito boa em tudo e vai usar qualquer ferramenta que tiver para me vencer - avaliou a atleta.