icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
28/08/2015
00:25

O Grêmio segue com duas frentes na temporada 2015. Após bater o Coritiba, nesta quarta, por 3 a 1, o Tricolor se classificou às quartas da Copa do Brasil e se mantém na disputa pelo título do Brasileirão. No entanto, a sequência de jogos tem desgastado o elenco gremista. Pensando na questão física, o treinador Roger Carvalho convocou a torcida para empurrar o time, neste domingo, às 11h, também contra o Coxa, pelo Brasileirão. 

- Desde já, gostaria de ver, às 11h da manhã, a gente imagina que o dia vai estar bonito, jogo para as famílias, para o torcedor ir. Porque o que faltar de energia nos jogadores, tem que vir da arquibancada. Então, domingo, é obrigatória a presença do torcedor na Arena para ajudar a equipe - disse Roger, que afirmou que irá escalar somente os atletas que estiverem em boas condições.

- Força máxima sim. Aqueles que estiverem com boas condições, acredito que estarão. A saída de alguns jogadores da partida foi para dar oportunidade a outros descansados, e a sequência de jogos acaba sendo para todo mundo, desgastante para quem está disputando o Brasileirão e a Copa do Brasil. Sobra para todos - ressaltou o treinador.

Perguntado sobre a polêmica declaração de D'Alessandro, na qual o argentino disse que a história recente nos clássicos 'é mais rica' para o Colorado, Roger se esquivou e disse que independentemente do adversário, o confronto das quartas será difícil. 

- Clássicos são jogos diferentes, agora, ou em um jogo final. Imagina a disputa de uma final da Copa do Brasil com um clássico regional. Mas temos que esperar o sorteio. Desejamos conquistar o campeonato, mas, independente do adversário, será difícil, pois ficaram os grandes - disse Machado. 

Corinthians e Atlético-MG, que estão à frente do Grêmio no Brasileiro, foram eliminados da Copa do Brasil por Santos e Figueirense, respectivamente. Para Roger, eliminação dos rivais diretos pelo título do Brasileirão tem duas ópticas: a positiva e a negativa.

- Pode ter sido bom ou ruim. Positivo é o fato de dois grandes terem ficado no meio do caminho, mas passaram outros grandes e esses times, que estão na frente da gente, terão quatro semanas, que estariam jogando a Copa do Brasil, para recuperar e trabalhar seus jogadores. É um mês de trabalho intercalado, é muita coisa. Para a gente é muito bom ter passado, nos mantém na disputa - complementou, revelando um pedido feito aos seus jogadores. 

- Salientei aos meus atletas que eles permitam que a gente se mantenha na disputa até dia 4 de outubro, pois se abrem 10 dias no calendário. Para que, nesse período, a gente consiga recuperar todo mundo. Restarão nove rodadas do Brasileiro e quatro partidas da Copa do Brasil. Nesse período, de 30 dias, a gente vai tentar se manter da disputa do Brasileiro e dar um polimento final para a arrancada nas duas competições - encerrou.


O Grêmio segue com duas frentes na temporada 2015. Após bater o Coritiba, nesta quarta, por 3 a 1, o Tricolor se classificou às quartas da Copa do Brasil e se mantém na disputa pelo título do Brasileirão. No entanto, a sequência de jogos tem desgastado o elenco gremista. Pensando na questão física, o treinador Roger Carvalho convocou a torcida para empurrar o time, neste domingo, às 11h, também contra o Coxa, pelo Brasileirão. 

- Desde já, gostaria de ver, às 11h da manhã, a gente imagina que o dia vai estar bonito, jogo para as famílias, para o torcedor ir. Porque o que faltar de energia nos jogadores, tem que vir da arquibancada. Então, domingo, é obrigatória a presença do torcedor na Arena para ajudar a equipe - disse Roger, que afirmou que irá escalar somente os atletas que estiverem em boas condições.

- Força máxima sim. Aqueles que estiverem com boas condições, acredito que estarão. A saída de alguns jogadores da partida foi para dar oportunidade a outros descansados, e a sequência de jogos acaba sendo para todo mundo, desgastante para quem está disputando o Brasileirão e a Copa do Brasil. Sobra para todos - ressaltou o treinador.

Perguntado sobre a polêmica declaração de D'Alessandro, na qual o argentino disse que a história recente nos clássicos 'é mais rica' para o Colorado, Roger se esquivou e disse que independentemente do adversário, o confronto das quartas será difícil. 

- Clássicos são jogos diferentes, agora, ou em um jogo final. Imagina a disputa de uma final da Copa do Brasil com um clássico regional. Mas temos que esperar o sorteio. Desejamos conquistar o campeonato, mas, independente do adversário, será difícil, pois ficaram os grandes - disse Machado. 

Corinthians e Atlético-MG, que estão à frente do Grêmio no Brasileiro, foram eliminados da Copa do Brasil por Santos e Figueirense, respectivamente. Para Roger, eliminação dos rivais diretos pelo título do Brasileirão tem duas ópticas: a positiva e a negativa.

- Pode ter sido bom ou ruim. Positivo é o fato de dois grandes terem ficado no meio do caminho, mas passaram outros grandes e esses times, que estão na frente da gente, terão quatro semanas, que estariam jogando a Copa do Brasil, para recuperar e trabalhar seus jogadores. É um mês de trabalho intercalado, é muita coisa. Para a gente é muito bom ter passado, nos mantém na disputa - complementou, revelando um pedido feito aos seus jogadores. 

- Salientei aos meus atletas que eles permitam que a gente se mantenha na disputa até dia 4 de outubro, pois se abrem 10 dias no calendário. Para que, nesse período, a gente consiga recuperar todo mundo. Restarão nove rodadas do Brasileiro e quatro partidas da Copa do Brasil. Nesse período, de 30 dias, a gente vai tentar se manter da disputa do Brasileiro e dar um polimento final para a arrancada nas duas competições - encerrou.