icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/07/2013
08:00

A partida de domingo, com o Botafogo, ganha uma aura diferente para o Grêmio. Além da estreia do técnico Renato Gaúcho, maior ídolo da história gremista, o Tricolor também tem a chance de entrar no grupo dos quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro e se aproximar do líder. O comandante coloca a vitória como meta, mesmo que venha sem uma apresentação de encher os olhos dos torcedores.

Com 13, o Alvinegro lidera a competição. O Grêmio é o nono, com nove pontos. A competição ainda está no início, mas a meta é frequentar o G4 desde as primeiras rodadas, para de lá não sair. O time carioca foi elogiado por Renato, que estava morando no Rio de Janeiro até voltar a trabalhar no clube do coração.

- Todos os cuidados, mas não por que é líder. O Botafogo em uma grande equipe. Não é por nada que é líder do campeonato. É um jogo difícil. Até porque no Brasileiro não tem jogo fácil, seja aqui dentro ou fora do Rio Grande do Sul. Seja contra o líder. Seja contra o último colocado. São grandes equipes e todos lutam pelos seus objetivos. O Botafogo é líder e vai querer continuar líder e nós vamos procurar os três pontos, e não vai ser nada fácil, para entrar no G4 - comentou o treinador.

Ainda com pouco tempo de comando do Grêmio, Renato Gaúcho acha que o time vai mostrar evolução. Mas não é o que prioriza no momento. Para ele, o resultado é o que interessa. O clube gaúcho fará na manhã deste sábado o último treinamento antes do jogo, na Arena. O time tem uma dúvida: Adriano ou Matheus Biteco no meio-campo.

- O importante é ganhar. Quem é campeão jogando mal, ganha. É o mais importante. Mas claro que sempre preferimos aliar o útil ao agradável. Quero os três pontos, mas se puder jogar bem, é ainda melhor - completou.

A partida de domingo, com o Botafogo, ganha uma aura diferente para o Grêmio. Além da estreia do técnico Renato Gaúcho, maior ídolo da história gremista, o Tricolor também tem a chance de entrar no grupo dos quatro primeiros colocados do Campeonato Brasileiro e se aproximar do líder. O comandante coloca a vitória como meta, mesmo que venha sem uma apresentação de encher os olhos dos torcedores.

Com 13, o Alvinegro lidera a competição. O Grêmio é o nono, com nove pontos. A competição ainda está no início, mas a meta é frequentar o G4 desde as primeiras rodadas, para de lá não sair. O time carioca foi elogiado por Renato, que estava morando no Rio de Janeiro até voltar a trabalhar no clube do coração.

- Todos os cuidados, mas não por que é líder. O Botafogo em uma grande equipe. Não é por nada que é líder do campeonato. É um jogo difícil. Até porque no Brasileiro não tem jogo fácil, seja aqui dentro ou fora do Rio Grande do Sul. Seja contra o líder. Seja contra o último colocado. São grandes equipes e todos lutam pelos seus objetivos. O Botafogo é líder e vai querer continuar líder e nós vamos procurar os três pontos, e não vai ser nada fácil, para entrar no G4 - comentou o treinador.

Ainda com pouco tempo de comando do Grêmio, Renato Gaúcho acha que o time vai mostrar evolução. Mas não é o que prioriza no momento. Para ele, o resultado é o que interessa. O clube gaúcho fará na manhã deste sábado o último treinamento antes do jogo, na Arena. O time tem uma dúvida: Adriano ou Matheus Biteco no meio-campo.

- O importante é ganhar. Quem é campeão jogando mal, ganha. É o mais importante. Mas claro que sempre preferimos aliar o útil ao agradável. Quero os três pontos, mas se puder jogar bem, é ainda melhor - completou.