icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/04/2014
07:05

Flamengo, André Santos e Campeonato Brasileiro. Esta junção, nos últimos tempos, colocou muitas dúvidas na cabeça da torcida rubro-negra. E colocará mais uma neste fim de semana. Isto porque Jayme de Almeida já revelou que não vai escalar o lateral-esquerdo ainda pela suspensão após ter sido expulso contra o Atlético-PR, na final da Copa do Brasil. Entretanto, segundo o especialista em direito esportivo da Academia LANCE!, João Henrique Chiminazzo, a atitude não seria necessária.

A medida do Flamengo é preventiva para que o clube não seja punido com mais quatro pontos, assim como no ano passado. Entretanto será uma dificuldade a mais, já que Jayme de Almeida terá de escalar Everton, que é meia de origem, na posição. Para o lateral-direito e capitão da equipe, Léo Moura, é uma grande dificuldade que eles vão ter de superar para a estreia no Brasileirão:

– Infelizmente, vamos ter que nos preocupar e ter um pouco mais de atenção. No coletivo o Everton ajudou mais segurando na defesa e o Mugni deu maior qualidade para a bola chegar aos atacantes. São dificuldades que vamos ter de suprir, mas não podemos esquecer que precisamos da vitória.

No ano passado, André Santos foi expulso na final da Copa do Brasil e enfrentou o Cruzeiro, pelo Campeonato Brasileiro. De acordo com regulamento da CBF, o lateral-esquerdo não poderia ter entrado em campo, já que estava suspenso. Esta atitude custou quatro pontos na tabela ao Rubro-Negro e quase o rebaixou para a Série B.

Dizem que pecar por excesso, neste caso de cautela, é melhor do que pela falta. Agora, se estiver baseada na lei, a atitude precisa ser repensada para que o time não tenha uma perda dentro de campo!

CONFIRA TEXTO DA ACADEMIA LANCE! REFERENTE AO ASSUNTO

João Henrique Chiminazzo - Especialista em direito esportivo

A grosso modo, para que todos possam entender, o Flamengo já foi punido por ter colocado o André Santos em campo quando não podia. Como ele não tinha condições de jogo, não poderia ter jogado naquele dia e foi punido por isso, mas partindo do princípio que ele já não tem mais os pontos referentes a esse jogo, ele não tem mais que cumprir essa suspensão.

Partamos do princípio que o Flamengo escalou o André Santos de má-fé (o que não considero ser a verdade). O clube assumiu a postura de que iria escalá-lo, pagar a punição de quatro pontos, e o teria em campo para tentar a vitória. Só que isso já passou, o clube já foi punido e agora não faz lógica que ele seja punido novamente.

A não ser que o Flamengo esteja tentando outro tipo de movimentação na Justiça desportiva, o André Santos tem condições de jogo. Nesse caso, ele pode entrar em campo contra o Goiás.