icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/12/2013
18:47

Comandante do Vitória na boa campanha da equipe baiana nesse Brasileirão, Ney Franco não quer todos os créditos para si. O treinador do Leão elogiou o trabalho feito pelo auxiliar Éder Bastos e o preparador físico Alexandre Lopes, destacando o papel fundamental que a dupla teve para o bom desempenho da equipe rubro-negra no Campeonato Brasileiro.

- Essa campanha mostra que a metodologia de trabalho que nós utilizamos é correta. Meu trabalho como treinador, o do Éder como auxiliar e do Alexandre Lopes como preparador. A equipe chega no último jogo em boas condições físicas, e tem que creditar isso ao Alexandre. Na parte técnica, ao Éder Bastos. E, taticamente, que é a minha função, a equipe está muito bem encaixada. Esse trabalho me deixa fortalecido. Mostra que estamos no caminho certo sobre o que a gente pensa do futebol - afirmou o treinador.

Neste domingo, o Vitória enfrenta o Atlético-MG na Arena Independência, e luta por uma chance de se classificar para a Libertadores. Ney Franco só pensa em sair do Horto com os três pontos.

- Vencer o Atlético-MG lá no Independência, um time que tem potencial para ser campeão mundial pelo trabalho do Cuca e pelos jogadores que tem, para a gente seria significativo. Eles têm números impressionantes lá. Esse ano, eu enfrentei muito essa equipe pela Libertadores (quando comandava o São Paulo). Uma vitória seria bem-vinda - concluiu.