icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/06/2014
08:12

Quando Lucas recebeu uma entrada de Zé Roberto, no confronto entre Grêmio e Botafogo, em julho do ano passado, em Porto Alegre, em duelo da sétima rodada do Brasileirão, o lateral alvinegro teve interrompido o melhor momento com a camisa do Glorioso. Afinal, o tornozelo esquerdo foi fraturado, tendo que teve de passar por uma cirurgia. Àquela altura, o jogador era um dos grandes destaques do time e vencia a concorrência contra Gilberto e Edilson.

Depois de passar seis meses em recuperação, o camisa 2 voltou a jogar em fevereiro, na equipe reserva, designada pela diretoria e comissão técnica para disputar o Campeonato Carioca. Na época, o lateral ainda convivia com dores e, apesar de ter sido inscrito na Copa Libertadores, viu Edilson, que terminara 2013 como titular absoluto, se firmar ainda mais na equipe.

Após este período de instabilidade, Lucas viu as chances ressurgirem com a chegada de Vagner Mancini. Porém, justamente quando voltou aos titulares, foi expulso por apertar o pescoço de um adversário. Como consequência, voltou a perder a posição. No entanto, três partidas depois, o jogador confirmou a volta por cima, entrando na lateral, e Edilson indo para o meio-campo. A formação agradou e deve ser mantida por Mancini.

- Tenho mais vontade de dar continuidade ao que vinha fazendo. Estava em uma sequência muito boa no ano passado, mas a lesão interrompeu. Minha vontade é dar sequência ao que vem acontecendo. Tive dificuldade no início do ano, até o meu corpo reestruturar totalmente e retomar minha condição. Agora, estou zerado, já pude fazer bons jogos e estou totalmente recuperado - disse Lucas, em recente entrevista ao site do clube.

SELEÇÃO BRASILEIRA E SONDAGENS DE RIVAL

Vindo do Figueirense, em 2011, a valorização de Lucas no Botafogo se acentuou mais a partir do segundo semestre de 2012. As boas atuações do jogador lhe renderam duas convocações para a Seleção Brasileira que venceu o Superclássico das Américas, contra a Argentina. Na ocasião, a equipe brasileira era comandada por Mano Menezes e contou apenas com jogadores que atuavam no futebol nacional.

Mesmo voltando de lesão no início deste ano, Lucas foi sondado pelo Santos, agora treinado agora por Oswaldo de Oliveira. No entanto, o Botafogo recusou qualquer oferta pelo jogador, que mostra mais uma vez estar pronto para ser um dos destaques do time no restante da temporada.