icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/06/2014
18:20

A atitute de Michael Essien, capitão e um dos principais jogadores da seleção de Gana, ao dar as costas para o campo de jogo após ser substituído no intervalo do amistoso contra a Holanda foi duramente criticada no país africano.

Segundo o ex-jogador da seleção ganesa, Awudu Issaka, Essien faltou com profissionalismo ao dar as costas para o campo durante todo o segundo tempo.

- Estamos falando da Copa do Mundo, não de um torneio qualquer. Se um jogador vira as costas para o campo enquanto um amistoso preparatório ainda está em andamento, ele mostra total falta de comprometimento e profissionalismo – comentou Issaka em entrevista à rádio ganesa Asempa FM.

Ainda de acordo com Issaka, a atitude de Essien afeta os outros jogadores da seleção de Gana.

– Há outros jogadores que claramente mostram-se incomodados ao serem chamados para substituírem companheiros lesionados. Acho que deveríamos ter mais seriedade e profissionalismo quando representamos Gana numa Copa do Mundo – finalizou.