icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/03/2014
14:53

Já considerado por muitos como um dos melhores jogadores de todos os tempos, Messi é sempre alvo de frases outros "monstros" do futebol. Pelé e Maradona são sempre os mais solicitados para falar sobre o craque do Barcelona. O brasileiro já aceitou fazer comparações não apenas com ele próprio, mas até com o Pibe, Zidane e outras estrelas atuais. O Rei também bate muito na tecla de que na seleção não rende tanto.

- Quando Messi marcar 1283 gols e ganhar três Mundiais, falamos. Os recordes são feitos para ser batidos, mas vai ser difícil bater os meus. Comigo ninguém sabia com que pé ia chutar, jogava com os dois. Também marquei muitos gols de cabeça. O Messi é um grande jogador no Barcelona, mas quando joga na seleção não tem o mesmo êxito. A Argentina tem um Messi completamente diferente. O Maradona só jogava com a perna esquerda e não era muito forte de cabeça. Messi é mais ou menos uma cópia dele - já disse Pelé em diversas situações, que também o comparou a Zidane, Ribéry, Ibrahimovic e Cristiano Ronaldo:

- Ribéry, Ibrahimovic e Cristiano Ronaldo têm características diferentes, mas todos são atacantes como eu. No entanto, em termos do papel que desempenha na sua equipe, Messi é aquele cujo estilo é o mais parecido com o meu. Depende de como você vê um número 10. Como jogador, o Zidane foi ainda melhor do que ele. O Zidane era um jogador excelente, e os companheiros dele não tinham tanto nome. Já o Messi joga com Iniesta, Xavi...

 
Pelé já falou muito sobre Messi
(Foto: Franck Fife/AFP)

Maradona, sempre alvo de comparações com Messi, por ser canhoto, baixinho, argentino, prefere não falar muito disso. Mas "não se decide" sobre qual dos dois é melhor.

- As comparações são chatas, mas charmosas: os dois são canhotos, argentinos e sempre brilhamos. De nenhuma maneira eu me atreveria a dizer que sou melhor que Messi - disse Maradona uma vez, para se contradizer em outra:

- Sempre existiu a comparação minha com Messi. Como diz minha mãe, eu sempre acho que sou o melhor.

Romário, outro grande ídolo do Barcelona, também já falou sobre Messi. E até entrou em uma polêmica. No ano passado, surgiu o boato de que Messi teria um tipo de autismo. E o Baixinho, como militante de portadores de diversas síndromes, falou sobre isso e quase sofreu um processo do pai do argentino.

- Vocês sabiam que Messi tem Síndrome de Asperger? É uma forma leve de autismo, que deu a ele o dom do foco e concentração acima de tudo e de todos. Newton e Einstein também tinham níveis de autismo, espero que como ele, Messi se supere cada dia e continue nos apresentando esse belo futebol - postou Romário no Twitter na altura.

Romário é fã de Messi (Foto: Gustavo Lima/ Câmara dos Deputados)

Outro grande nome da história do Barcelona também já falou sobre Messi. Johan Cruyff falou logo depois do recorde do argentino de gols em apenas um ano. Em 2012, fez 91 gols, deixando Pelé e Gerd Müller para trás.

- Messi é sensacional. O recorde de Pelé se perdurou por muitos anos. Ele tem muitas qualidades, marca gols e tem o carinho do público. Ele é o melhor que já existiu em sua posição e provou isso. Mas não creio que devemos falar muito sobre isso - disse em 2012.

Até mesmo Di Stéfano, maior ídolo da história do Real Madrid, rendeu muitos elogios ao seu conterrâneo. O ex-jogador disse que adora ver Messi jogar, e elogiou a escolha do craque como capitão da seleção argentina.

- Eu me deleito com os gols de Messi exceto, claro, quando joga contra o Real Madrid. Tem um talento incalculável e ajudou o Barcelona a transformar-se em uma máquina de ganhar títulos. Ele é um capitão que amedronta o adversário tal como Maradona o era, mas não é bom comparar porque se tratam de épocas distintas - disse, quando Messi ganhou a braçaderia da Argentina.