icons.title signature.placeholder Thiago Fernandes
28/04/2014
11:03

Após o revés em Medellín, na quarta-feira passada, o Atlético-MG precisa vencer o Atlético Nacional (COL), nesta quinta, no Estádio Independência, por dois ou mais gols de diferença para chegar às quartas de final da Copa Libertadores da América. O time alcançou um placar semelhante somente em cinco oportunidades nesta temporada e a última delas foi há um mês.

Ainda sob a batuta de Paulo Autuori, antecessor de Levir Culpi, o Galo venceu URT, Villa Nova, Caldense, Boa Esporte e América-MG, respectivamente, por marcadores que dariam a classificação ao time.

O novo técnico sabe das dificuldades que serão enfrentadas diante do time de Medellín e pede o apoio dos torcedores que forem ao Campo do Horto para assistir ao compromisso.

– É uma dificuldade a mais, mas vamos procurar jogar com mais eficiência. É um adversário de boa qualidade, tem dois jogadores de muita técnica. Temos que ter cuidado. Precisamos atacar, correr riscos. Se estivermos juntos, principalmente com a torcida lotando o Independência, é meio caminho para conquistarmos a vitória – disse.

O Atlético, além de não conseguir vencer por dois ou mais tentos de diferença, balançou as redes adversárias apenas quatro vezes nos últimos oito jogos que disputou, o que rende ao time uma média de 0,5 gol por partida.

Placares que o Atlético-MG precisa nas oitavas da Libertadores:
19/2 – URT 0 x 5 Atlético-MG
1/3 – Villa Nova 1 x 4 Atlético-MG
5/3 – Atlético-MG 2 x 0 Caldense
16/3 – Atlético-MG 3 x 0 Boa Esporte
23/3 – América-MG 1 x 4 Atlético-MG