icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/03/2014
16:36

Os seguidos casos de atitudes racistas sofridos por Tinga, do Cruzeiro, pelo árbitro Márcio Chagas, do Rio grande do Sul, e por Arouca, do Santos, fizeram Fred, atacante do Fluminense e da Seleção Brasileira, pedir para que os autores sejam punidos com rigor.O capitão tricolor utilizou as suas redes sociais para fazer protestar contra as recenete atitudes.

MAIS
> Caso Arouca: Mogi Mirim recorrerá da punição que interdita o Romildão
> Ato de racismo contra Arouca faz FPF interditar estádio do Mogi Mirim
> Súmula não registra ato de racismo, e Santos pede abertura de inquérito
> Renato Gaúcho critica ato de racismo contra Arouca: 'Lamentável'

Entenda os casos citados por Fred

Em partida válida pela Libertadores, no dia 12 de fevereiro deste ano, o volante Tinga sofreu com a torcida do Real Garcilaso, do Peru, que imitava o som emitido pelos macacos para provocar o volante do Cruzeiro.

Em outra oportunidade, o árbitro da partida entre Esportivo e Veranópolis válida pelo Campeonato Gaúcho, Márcio Chagas, relatou em sua súmula que durante a partida os torcedores do Esportivo proferiram os seguintes xingamentos em sua direção: "Volta para selva seu negro macaco, ladrão, safado, imundo. Temos que matar vocês todos seus negros sujos. Márcio Chagas, tu é a escória do mundo, seu lixo, mal intencionado". E, após a partida, o seu carro estava amassado e haviam algumas bananas no teto do veículo.

Após a goleada do Santos por 5 a 2 diante do Mogi Mirim, na última quinta-feira, no Romildão, testemunhas relataram que alguns torcedores da equipe que jogava em casa xingaram o volante santista com palavras que podem ser classificadas como racistas. No entanto, na súmula da partida, Vinicius Gonçalves Dias, árbitro da partida, não relatou o acontecimento entre os torcedores do Mogi Mirim com o volante do Santos.

Após ato de racismo, Arouca desabafa sobre episódio