icons.title signature.placeholder Guilherme Gomes
10/11/2014
20:58

Novak Djokovic mostrou ser mesmo o tenista a ser batido nesta atual edição das Finais da ATP. O sérvio, que tem três títulos na competição e busca um raro tricampeonato seguido, não tomou conhecimento de Marin Cilic em sua estreia no grupo A. Djoko derrotou o atual campeão do Aberto dos Estados Unidos por 2 sets a 0, com parciais de 6-1 e 6-1, em apenas 56 minutos de partida.

Com o resultado, o atual número 1 do mundo também ampliou para 28 o número de jogos em que está invicto em quadras indoor. Agora, seu retrospecto histórico com Cilic é nada mais nada menos do que 11 vitórias em 11 jogos disputados.

A supremacia de Djokovic na partida foi total.

"Novak jogou muito bem e para mim é a primeira vez nesse torneio, então é um pouco complicado", falou Cilic, estreante na competição. "Em alguns jogos o placar vai escapando rapidamente e a gente vai afundando. Qualquer coisa que você tente nada adianta. Me senti meio travado na quadra, meio enferrujado. Estava desconfortável aquela situação para mim".

Segundo Cilic, o momento crucial da partida foi logo no terceiro game do primeiro set.

"Tivemos longas trocas de bola e de vantagem quando estava 2 a 1 e acabei perdendo meu serviço. A partir dali, tudo foi desmoronando. O Novak abriu uma boa vantagem e foi ditando o ritmo dos pontos e do jogo. Isso é uma de suas especialidades"

No outro jogo do grupo, o suíço Stan Wawrinka também atropelou seu oponente, o tcheco Tomas Berdych, por 6-1 e 6-1. Dessa forma, Djoko e Wawrinka irão fazer um jogo muito aguardado na próxima rodada desse grupo, amanhã.