icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/07/2013
22:08

Por ora, o técnico Abel Braga continua no comando do Fluminense. A derrota de 3 a 1 para o Vasco neste domingo no Maracanã foi a quarta seguida no Campeonato Brasileiro e fez com que o treinador começasse a balançar no cargo. Após a partida, o diretor executivo do clube, Rodrigo Caetano, garantiu o treinador no cargo e disse que qualquer mudança será discutida internamente:

– Não é momento de mudança. Não podemos avaliar nada de cabeça quente. O que for para resolver, será tratado internamente, mas acreditamos que ainda não é o momento de falar sobre. Perdemos um clássico, o que é normal, é um jogo em que qualquer um poderia ganhar. Como disse, não vamos fazer nada de cabeça quente ou decepcionados com o resultado de um jogo. Não é a conduta ideal e não vai ser a nossa. A intenção é que ele permaneça, não resta a menor dúvida disso – explicou.

Na entrevista coletiva do treinador após o jogo, o discurso foi de continuidade. Em nenhum momento Abel comentou nada sobre seu futuro fora do Fluminense. Apesar das declarações, a situação do treinador dentro do clube não é das mais confortáveis. Um revés contra o Grêmio, no próximo domingo, pode complicar a vida do treinador nas Laranjeiras.

Com contrato até o fim da temporada, Abel Braga não possui multa rescisória, o que pode facilitar seu desligamento do clube em caso de demissão.

Vasco dá presente de grego para o Flu na reabertura do Maraca

Por ora, o técnico Abel Braga continua no comando do Fluminense. A derrota de 3 a 1 para o Vasco neste domingo no Maracanã foi a quarta seguida no Campeonato Brasileiro e fez com que o treinador começasse a balançar no cargo. Após a partida, o diretor executivo do clube, Rodrigo Caetano, garantiu o treinador no cargo e disse que qualquer mudança será discutida internamente:

– Não é momento de mudança. Não podemos avaliar nada de cabeça quente. O que for para resolver, será tratado internamente, mas acreditamos que ainda não é o momento de falar sobre. Perdemos um clássico, o que é normal, é um jogo em que qualquer um poderia ganhar. Como disse, não vamos fazer nada de cabeça quente ou decepcionados com o resultado de um jogo. Não é a conduta ideal e não vai ser a nossa. A intenção é que ele permaneça, não resta a menor dúvida disso – explicou.

Na entrevista coletiva do treinador após o jogo, o discurso foi de continuidade. Em nenhum momento Abel comentou nada sobre seu futuro fora do Fluminense. Apesar das declarações, a situação do treinador dentro do clube não é das mais confortáveis. Um revés contra o Grêmio, no próximo domingo, pode complicar a vida do treinador nas Laranjeiras.

Com contrato até o fim da temporada, Abel Braga não possui multa rescisória, o que pode facilitar seu desligamento do clube em caso de demissão.

Vasco dá presente de grego para o Flu na reabertura do Maraca