icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/07/2014
13:12

Embora a própria CBF saiba que as chances são pequenas de reversão, a Fifa afirmou na manhã deste domingo que irá avaliar o pedido de anulação do cartão amarelo recebido por Thiago Silva na partida contra a Colômbia. A entidade confirmou que os brasileiros entraram com um recurso.

- Recebemos o pedido da CBF e o Comitê Disciplinar vai analisar - declarou Delia Fischer, porta-voz da Fifa. O artigo 37 do Código de Disciplina, no entanto, impede que uma seleção recorra contra amarelos.

A CBF sabe que não há casos nas Copas de tal reversão, mas tentou com o recurso. O Brasil reclama que o cartão foi injusto. Thiago Silva foi advertido quando atrapalhou o goleiro Ospina em uma reposição de bola. Com o amarelo, ele está suspenso para a semifinal desta terça, contra a Alemanha. A Fifa não deu um prazo para resposta.

- Queremos a anulação do cartão não porque não confio no Henrique ou no Dante, que são ótimos substitutos. Mas porque luto por qualquer jogador. E que não entendo aquele amarelo que o Thiago levou. Temos de insistir para tê-lo - afirmou o técnico da Seleção, Luiz Felipe Scolari, à TV Globo.