icons.title signature.placeholder Guilherme Cardoso
09/03/2014
14:31

Ano novo, vida nova. O batido lema pode ser muito bem usado por Bruno Fratus. Afinal desde o começo da temporada, ele tem treinado na Universidade de Auburn, nos Estados Unidos. Tudo para melhorar seus tempos nos 50m livre na natação.

No começo do ano, os primeiros resultados já vieram, com duas vitórias diante de Cesar Cielo em competições americanas. E neste domingo, ele pode conquistar mais uma medalha.

Sem dificuldades, Fratus nadou as eliminatórias dos 50m em 22s12, na manhã deste domingo, nos Jogos Sul-Americanos do Chile, em Santiago. O nadador não deve ter problemas na final na parte da tarde.

- Está perfeito. Tenho tudo o que preciso em Auburn. Tenho uma grande atanção da equipe, ganhei em qualidade de vida - afirmou o atleta.
Nos Estados Unidos, Fratus tem como treinador Brett Hawke, ex-técnico de Cielo. Ele ainda conta com a ajuda Tyler McGill, ex-nadador olímpico. E o brasileiro é só elogios ao estilo do trabalho.

- Tem bastante (diferença em relação ao Brasil). Não que seja melhor ou pior. Mas o treino é diferente, a abordagem é outra. Existe uma conversa diferenciada. O dia a dia tem sido muito positivo. Faz diferença ter um cara que sabe - avaliou.

Para esta temporada, o principal foco é a disputa do Pan-Pacífico, na Austrália. Mas após o quarto lugar nos Jogos Olímpicos de 2012, em Londres (ING), ele não tira da cabeça a Rio-2016.

- Não gosto de falar que sou novo. Se chegou para competir, é porque tem condições. Tinha condições de ganhar medalha em Londres. Para o Rio, acredito na evolução do meu trabalho. Vai ser um Bruno mais completo, mais forte ­- disse o brasileiro.

*O repórter viaja a convite do COB