icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/06/2014
18:11

A campanha irregular do Brasil na Liga Mundial de Vôlei provocou um cenário trágico a três partidas do fim da primeira fase. Após a derrota para a Polônia na sexta-feira, o time do técnico Bernardinho tem de vencer o mesmo rival neste domingo, às 14h30 (de Brasília), em Bydgoszcz (POL), e torcer por uma derrota do Irã contra a Itália para não perder de vista a classificação à fase final.

Caso some três pontos e conte com o tropeço dos iranianos por 3 a 0 ou 3 a 1, o time brasileiro chegaria a 11 e se igualaria aos poloneses, mas, pelo saldo de sets, ficaria em terceiro. Mesmo assim, o cenário bastaria para que a Seleção retornasse à zona de classificação, já que a líder Itália, por ser sede da próxima etapa do torneio, está automaticamente garantida.

O problema é que Irã e Polônia têm dois jogos a menos que o Brasil. Após este fim de semana, as duas equipes se enfrentarão quatro vezes. Aos comandados de Bernardinho, restarão apenas dois duelos contra a Itália, ambos na casa do adversário.

Outro agravante é que, além de precisar se recuperar do último revés, o sexto em nove jogos no torneio, o Brasil terá uma torcida complicada para a Itália contra o Irã. Na sexta, o técnico italiano Mauro Berruto preferiu poupar seus astros, o que facilitou o triunfo da equipe asiática. Se repetir a estratégia, a combinação de resultados pode ficar mais difícil.

– No último jogo, parecia que estávamos no caminho certo. Começamos bem, com quatro, cinco pontos na frente. Jogávamos bem e não podemos deixar perder a partida da nossa mão, com bolas bobas, como vem acontecendo. Vamos treinar ainda mais agora e vamos para o tudo ou nada no próximo jogo – afirmou o ponteiro Lipe, autor de 10 pontos na derrota para os poloneses.

Grupo B mais disputado

Pelo Grupo B, a Rússia assegurou a segunda colocação após as partidas deste fim de semana. Neste sábado, a atual campeã voltou a bater a Sérvia por 3 sets a 0, parciais de 25-9, 27-29 e 25-20, em Surgut (RUS), e chegou a 14 pontos, quatro a menos que o líder Estados Unidos. Os sérvios, com 11, estão em terceiro. A Bulgária, em último, soma apenas dois.

A fase final, que acontecerá entre 16 e 20 de julho, em Florença (ITA), reunirá seis equipes: os dois primeiros colocados de A e B, o melhor de um quadrangular reunindo os 12 times dos grupos C, D e E e o país sede desta etapa, a Itália.