Marcelo Melo e Ivan Dodig em Paris

Marcelo Melo e Ivan Dodig em Paris. Crédito: FFT

TÊNIS NEWS pARIS (fRANÇA)
08/11/2015
11:11

O mineiro Marcelo Melo segue em um bonde sem freio. Neste domingo, depois de começar mal o jogo, conseguiu a virada ao lado do croata Ivan Dodig para faturar o título do Masters 1000 de Paris, na França, torneio sobre o piso duro e coberto.

Melo e Dodig superaram a dupla do americano Jack Sock e do canadense Vasek Pospisil, campeões de Wimbledon em 2014, por 2 sets a 1 com parciais de 2/6 6/3 10/5 após 1h04min.

Esta é a sexta conquista na temporada de Melo, a quarta seguida do mineiro que vem de canecos em Tóquio e Xangai (com Raven Klaasen, da África do Sul), ATP 500 de Viena, na Áustria (com o polonês Lukasz Kubot). Melo também ganhou Roland Garros e o ATP de Acapulco (México) com Dodig.

A conquista é a 19ª na carreira de Melo que se tornou esta semana o número 1 e já garantiu a posição até 2016. Com o título já tem mais de 500 pontos de vantagem para o segundo colocado.

O resultado dá 1 mil pontos para a dupla e os coloca como número dois do ano podendo, no ATP World Finals, garantir também a primeira posição como a melhor dupla do ano.

O jogo

Na partida deste domingo, Melo e Dodig começaram ma nas devoluções e só jogando com o segundo saque. Pagaram caro ao tomarem bombas nas devoluções e duas quebras perdendo o primeiro set em menos de 30 minutos por 6/2. No segundo set eles melhoraram nos dois quesitos, equilibraram o jogo e com bela bola na linha de Dodig quebraram no sexto game. Abriram 5/2 e fecharam sem sustos. No match tie-break os rivais conseguiram miniquebras, mas Melo e Dodig recuperaram com erro de voleio de Sock e dupla-falta de Pospisil e Melo/Dodig aprovaitaram no saque e com sorte em bola que bateu na fita e encobriu os rivais na rede. Mais uma miniquebra e Melo/Dodig finalizaram com voleio curto e bom saque por 10 a 5.