Jorge Lacerda com Maria Esther Buenos, Luiz Fernando Pezão e Eduardo Paes

Jorge Lacerda com Maria Esther Buenos, Luiz Fernando Pezão e Eduardo Paes. Crédito: Christiano Andujar

TÊNIS NEWS
01/10/2016
08:41
São Paulo (SP)

O Correios, patrocinador Máster da Confederação Brasileira de Tênis nos últimos anos, não renovou seu contrato com a entidade que expirava em setembro. Os valores anuais recebidos em 2015 foram de R$ 8,6 milhões e teria 10% de redução em 2016.


A informação é da ESPN que destaca que a não renovação partiu da estatal que passa por grave crise financeira. Os Correios afirmaram à reportagem que apesar da não renovação atual existe no futuro, em alguns meses ou semanas, a possibilidade de reformulação do contrato para um valor mais baixo.

Com o Não dos Correios, o presidente da CBT, Jorge Lacerda, que deixará o cargo em abril, não renovou 55 contratos com sua equipe, além de técnicos e jogadores. Vários dos principais tenistas brasileiros recebem apoio dos Correios, entre eles juvenis como Orlando Luz, Felipe Alves Meligeni, entre outros.

A entidade convocou também uma Assembleia Geral para o dia 7 de outubro em Florianópolis onde na pauta está a mudança da sede da entidade de São Paulo para Florianópolis para redução de custos.

De acordo com a reportagem, a CBT afirma ainda estar negociando com os Correios e não quer falar ainda sobre o assunto, mas a ESPN obteve uma carta enviada por Jorge a presidentes de federações onde ele relata o ocorrido:



Amigos Presidentes e Membros dos Poderes e Diretoria da CBT,

Espero que estejam todos bem. Faço esse e-mail para comunicar a todos que o nosso contrato com os Correios teve seu término dia 26 de setembro. Estivemos na 3a feira, dia 27, com o Presidente dos Correios, Sr. Guilherme Campos. Junto na reunião estavam ainda as Confederações de Handebol e Esportes Aquáticos, todas patrocinadas pelos Correios. Pelo Presidente dos Correios nos foi passado que a situação da empresa é complicada, com um prejuízo de R$ 2,1 Bilhões em 2015 e previsão desse ano fechar em R$ 2 Bilhões.

Sendo assim estamos em negociação para tentar renovar o contrato, mas sem data exata para termos a resposta. Pode levar uma semana como alguns meses. A única certeza que temos é que caso seja renovado o contrato será num valor muito inferior ao que tínhamos. Menor mesmo. Na proporção de 10 a 15% do valor do contrato passado.

Como não podemos esperar e temos que trabalhar com o que temos garantido, já fizemos a rescisão de 55 contratos ou melhor todos os contratos estavam relacionados seus prazos ao prazo do contrato dos Correios e por não ter ocorrido a renovação os mesmos também não foram renovados. Incluo aqui pessoal da CBT, treinadores, jogadores e colaboradores.

Na atualidade se as empresas não são rápidas em suas reações podem criar um passivo enorme, por isso nossa reação imediata.

E nessa linha de redução estamos convocando na data de hoje uma Assembléia Geral da CBT, de forma urgente, para o dia 07.10, em Florianópolis, especificamente para alterar o art. 2o do Estatuto, que se refere a sede e foro da CBT.

O Edital já está publicado no nosso site sob Nota Oficial 09/2016.

Como é momento de economizar não estaremos oferecendo passagens para os Presidentes que queiram participar, mas os que confirmarem terão hospedagem e alimentação garantidas em Florianópolis. Para tanto basta confirmar sua presença com a Roberta, até no máximo dia 03.10.

Por ser uma AGE especifica e com apenas uma decisão, ou seja a transferência da sede da CBT para Florianópolis, ficamos mais tranquilos nessa empreitada. Vale esclarecer que em contato com os Governantes de Florianópolis e Santa Catarina, ficou acertado que na renovação do convênio da sede da FCT a CBT será incluída no convênio, e assim a CBT passará a ter sua casa própria, sem custo mais de aluguel e tudo que é inerente aos contratos locatícios.

Não quero me estender muito e agradeço o apoio, da grande maioria que conseguimos falar, nessa atitude que tivemos que tomar. Lembro ainda que com esse ato eu estarei ficando mais longe ainda da CBT, pois eu permanecerei morando em São Paulo, agora e após a minha saída da Presidência da CBT.

Agradeço a confiança de todos e pelo apoio de sempre. Fico a disposição para qualquer esclarecimento.

Grande Abraço a todos.

Jorge Lacerda
Presidente da CBT