Ronaldo Fenômeno

Ronaldo inaugurou escola de futebol no Rio (Foto: Hugo Mirandela)

Hugo Mirandela
24/03/2016
15:23
Rio de Janeiro (RJ)

O técnico Dunga segue tentando ter Neymar defendendo a Seleção Brasileira na Copa América Centenário e nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. No entanto, o Barcelona não está muito disposto a liberar o atacante para as duas competições e tudo indica que ele tenha que optar por uma. O ex-atacante Ronaldo criticou o calendário que força esse tipo de situação, destacando que o jogador que estar sempre em campo. O Fenômeno contou qual seria a sua escolha se estivesse no lugar do craque do Barcelona.

- Posso falar por experiência própria. É sempre muito difícil você ter que escolher entre uma competição e outra, ainda mais jogando pela Seleção Brasileira. O fato é que na verdade o calendário não é planejado para o jogador de futebol, ele é planejado para uma série de outros fatores, e os jogadores estão ficando em último plano. Eu acho uma covardia o jogador ter que decidir isso, porque como jogador de futebol eu queria jogar todos os jogos, todas as competições, principalmente pela Seleção. Mas o fato é que a temporada é muito longa e em seguida já começa uma nova temporada, e o jogador também precisa descansar. De qualquer maneira, o ouro olímpico é o sonho maior que o brasileiro tem por não ter conquistado nunca. Então, se tivesse que escolher, eu optaria pela Olimpíada – disse o Fenômeno, nesta quinta-feira, durante a inauguração da Ronaldo Academy (rede de academias de futebol do ex-jogador), na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro.


Um dos maiores atacantes que já vestiram a camisa da Seleção Brasileira, Ronaldo comentou sobre a partida contra Uruguai, nesta sexta-feira, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2018. Para o Fenômeno, o Brasil é favorito na partida na Arena Pernambuco por jogar em casa. Porém, terá dificuldades, principalmente por conta de Luis Suárez.

- Eu acho que vai ser um grande jogo. As duas maiores atrações serão Neymar e Suárez. Eu acho a Seleção Brasileira favorita por jogar em casa. Mas com certeza vamos ter dificuldades com o Luis Suárez, que está vivendo um grande momento – analisou o ex-jogador.