São paulo x Flamengo

Ricardo Gomes cumprimenta Zé Ricardo antes do duelo entre São Paulo x Flamengo neste sábado (Foto: Luis Moura/WPP)

LANCE!
01/10/2016
19:25
São Paulo (SP)

O técnico Ricardo Gomes acredita que a parte ofensiva está impedindo o São Paulo de alcançar as vitórias que tanto necessita no Campeonato Brasileiro. Ele inocentou o atacante Chavez, que perdeu chance cara a cara no fim do empate com o Flamengo por 0 a 0 neste sábado, no Morumbi, e chamou a responsabilidade para resolver o problema.

- Não vou trocar o Chavez porque errou uma bola. Temos um bom elenco, não tem problema. Põe na minha conta que vou melhorar a parte ofensiva do São Paulo - decretou o treinador, em entrevista coletiva.

- Temos um elenco que pode fazer melhor. Não tem nenhum problema. Temos de melhorar a parte ofensiva. Na hora de jogar estamos espalhando pouco. A transição está sendo mais rápida. Toda vez que recuperávamos a bola, Flamengo conseguia organizar, esse foi um problema - complementou Ricardo.


O São Paulo passou em branco nos últimos três jogos: Atlético-PR (1x0), Vitória (2x0) e Flamengo (0x0). No Brasileiro, são 27 gols marcados, número que o coloca à frente apenas do América-MG, lanterna da competição que fez 19.

Na próxima rodada, o Tricolor encara o Sport, na Ilha do Retiro. Vencer fora de casa é outra necessidade para Ricardo Gomes, que ainda não conseguiu fazer isso no Brasileirão, em quatro jogos disputados.

- Adversário direto, na casa do adversário. Se a gente jogar com essa postura... Estamos melhor em casa do que fora. Do que vi fora, temos de fazer algo diferente - afirmou.

Com 35 pontos, o São Paulo briga para afastar o fantasma do rebaixamento. Ricardo Gomes disse que os jogadores estão empenhados na missão, sem qualquer problema de grupo e voltou a frisar a deficiência no ataque.

- Todos incomodados. Jogadores, comissão técnica, diretoria, clube. Temos de jogar na parte de cima da tabela. Não acontece, temos de ter brio nessa situação. Brigar bastante para sair dela. Foi o caso de ontem, de hoje. Falta melhorar a parte ofensiva. Isso está bem claro - concluiu.