Lucão

Lucão, de 20 anos, disputou somente oito partidas nesta temporada (Foto: Mauricio Rummens/Lancepress!)

Bruno Grossi
23/04/2016
15:43
São Paulo (SP)

Depois dos primeiros contatos com o Porto (POR) no fim da última semana, o São Paulo já tem um plano traçado para manter Maicon e Kelvin no clube. A equipe paulista ofereceu o zagueiro Lucão, de 20 anos, como moeda de troca para ficar com os direitos econômicos da dupla que se firmou com Edgardo Bauza até aqui. O problema é que os Dragões querem outra joia da base.

O alvo favorito dos portugueses é Lyanco, de 19 anos. E a preferência pelo jogador que fez a maior parte da base no Botafogo e foi promovido por Juan Carlos Osorio tem duas razões iniciais. A primeira é simples: o Porto vê mais potencial em Lyanco do que em Lucão. A segunda vem das recentes experiências do zagueiro na seleção sub-19 da Sérvia.

Em fevereiro, o São Paulo foi procurado pelos sérvios para liberar o beque para um amistoso contra a Espanha, disputado em março. Neto de iugoslavos - país do qual a Sérvia fazia parte -, Lyanco aceitou o convite e, no mês seguinte, chegou a disputar três partidas das Eliminatórias para a Eurocopa Sub-19. Também em abril, passou uma semana com a Seleção Brasileira Sub-20.

Lucão, por outro lado, tem mais experiência como profissional: 76 jogos contra 11 de Lyanco. O problema é que o camisa 4 fez somente oito apresentações nesta temporada e colecionou três erros individuais no período. No São Paulo, já não há a mesma confiança que se tinha antes, mas o argumento para o Porto é de que o atleta pode crescer no futebol europeu. Curiosamente, os dois são clientes do escritório do empresário Giuliano Bertolucci.

Lyanco - Sérvia
Lyanco estreou no time sub-19 da Sérvia em derrota por 2 a 1 em amistoso contra a Espanha (Foto: Divulgação/FSS)

Os tricolores têm certa pressa para resolver o assunto, pois o empréstimo de Maicon termina em 30 de junho e não há nem sequer uma cláusula que o mantenha caso o time avance à semifinal ou final da Copa Libertadores da América. Já no caso de Kelvin a velocidade é menor - contrato acaba em dezembro. Os dois jogadores já manifestaram o desejo de ficar no Morumbi.

- Tenho contrato até dezembro, todo mundo sabe que ainda tenho contrato no Porto, mas estou feliz aqui, quero continuar e ajudar até o fim - disse Kelvin.