Bruno Grossi e Marcio Porto
06/05/2016
07:30
São Paulo (SP)

O gol de Michel Bastos contra o Toluca (MEX), no México, significou muito para o São Paulo. Além da vaga para encarar o Atlético-MG nas quartas de final da Libertadores, o chute confirmou a recuperação do meia, inimigo da torcida até pouco tempo. Mas também pode atrapalhar o bom momento do jogador e, consequentemente, do time de Edgardo Bauza.

Michel sentiu a coxa direita no momento do arremate, precisou ser substituído e virou dúvida para a sequência da Libertadores. Pior: seu substituto imediato, o argentino Centurión, foi expulso e corre sério risco de perder o restante da competição mesmo se o Tricolor chegar à final - a Conmebol prevê pena mínima de seis jogos em caso de cusparada. E agora, Bauza?

A situação é complicada porque as quatro opções mais viáveis para o lugar da dupla não empolgam. Carlinhos, Daniel e Wilder tiveram lesões recentes. Os dois primeiros estavam machucados há pouco tempo, já voltaram a treinar com bola, mas de qualquer forma teriam pouco tempo para se encaixar no time. O jogo de ida contra o Atlético-MG já deve ser na próxima quarta.

O outro postulante é o meia Lucas Fernandes, de 18 anos. O garoto é tido como muito promissor por Bauza, mas ainda carece de experiência. Em comum, os quatro têm os números pouco expressivos: nenhum gol marcado em 2016.

A esperança de Bauza e do são-paulino, então, é torcer por Michel Bastos. O jogador fez exame na quinta e o resultado sai nesta sexta. De qualquer forma, ele já iniciou tratamento e está confiante de que jogará.

– Se tiver que me internar no CT, eu fico. É um momento em que não posso ficar fora. Estou confiante, com o futebol de antes. Não vou também contrariar as decisões médicas, mas farei de tudo. Saindo do aeroporto direto para o CT tratar, mesmo longe da família – disse Michel, na chegada a São Paulo.

A situação de cada possível substituto

AS OPÇÕES

Carlinhos - São Paulo (Foto: Mauro Horita/Lancepress!)
(Foto: Mauro Horita/Lancepress!)

Carlinhos
Estava lesionado, mas já treina com bola no CT da Barra Funda. Disputou 17 partidas na temporada, sendo 12 delas no time titular. Tem uma assistência dada.

Lucas Fernandes, atacante do São Paulo
São Paulo

Lucas Fernandes
O garoto de 18 anos foi utilizado por Edgardo Bauza em oito oportunidades – somente uma como titular, no Campeonato Paulista. Também tem uma assistência no ano.

Wilder: 10 jogos e 1 gol
(Arquivo L!)

Wilder
Apenas duas aparições na temporada: uma em amistoso, uma como titular e nenhuma completa. Outro que tem assistência na conta.

Daniel - São Paulo
(Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

Daniel
Também estava no departamento médico e pode voltar contra o Atlético-MG. Fez seis jogos no Paulistão e não participou de nenhum gol.