LANCE!
28/10/2016
12:25
São Paulo (SP)

O São Paulo já tem uma base definida para encarar o América-MG na próxima segunda-feira, às 20h, no Independência. Mas o técnico Ricardo Gomes ainda guarda algumas dúvidas para resolver até o duelo da 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, em Belo Horizonte. O gol, a lateral direita e o ataque têm indefinições para o comandante tricolor.

Na meta, o problema é menor. Denis não treinou na última terça-feira devido a dores no ombro direito. Nos dois dias seguintes, trabalhou sem restrições com o grupo, até receber programação especial nesta sexta. Enquanto trabalhos táticos e técnicos eram feitos com o time titular, o camisa 1 realizava atividade mais leve com o preparador de goleiros Carlos Gallo.

- Está sendo poupado, mas acho que não é problema para o jogo. Se acontecer, tem o Renan Ribeiro que está treinando bem - tranquilizou Ricardo Gomes.

A segunda dúvida, na lateral, também está perto de ser resolvida, segundo o treinador. Buffarini está de volta após cumprir suspensão contra a Ponte Preta, mas o volante Wesley pode continuar ocupando a posição. Ricardo considera que o camisa 11 teve bom rendimento no segundo tempo contra o Fluminense e em todo confronto com a Macaca no último sábado.

- Wesley conhece melhor a cultura e o jogo brasileiro. Não é da posição, é volante e até meia, mas contra o Fluminense ele tinha o Wellington, de velocidade e drible brasileiros, e ele conseguiu pará-lo. Esse histórico deixa ele com uma vantagem - analisou.

Por fim, o ataque. Kelvin e, principalmente, David Neres, treinaram bem durante toda a semana e serão mantidos na equipe. A dúvida de Ricardo é sobre quem será a referência na área. Contra a Ponte, Pedro foi elogiado pela capacidade de prender mais a bola e os zagueiros rivais, mas Chavez tem treinado com muito empenho e pode retornar. Até um revezamento da dupla deve ser promovido até o fim da temporada.

- Escolhi Pedro contra a Ponte e até o fim do ano dependerá do adversário para ser Chavez ou Pedro. Já o David está subindo bastante e não vou mudar - disse.

As atividades desta sexta começaram com tático em campo reduzido, com a equipe treinando com Wesley, Maicon, Rodrigo Caio e Mena; João Schmidt, Thiago Mendes e Cueva; David Neres, Kelvin e Pedro. Depois, os titulares e alguns reservas mais utilizados foram divididos em três times de quatro para simular pequenas partidas de futsal. A ordem era trabalhar a bola com rapidez, subir a marcação e arriscar finalizações a todo instante.

Ainda sem os lesionados Bruno, Carlinhos e Hudson, o Tricolor volta a treinar neste sábado, às 9h, no CT da Barra Funda.