Bruno Grossi
28/10/2016
07:30
São Paulo (SP)

O São Paulo deve ter novidades na lateral esquerda para a próxima temporada. Com o pessimismo em relação a quanto o Cruzeiro vai cobrar por Mena e insatisfação pelo rendimento de Carlinhos dentro e fora de campo, a fonte para reforçar a posição deve ser a equipe sub-20.

Não se trata, porém, de mais uma revelação de Cotia. Júnior Tavares fez toda formação de base no Grêmio, mas problemas disciplinares fizeram com que a carreira em Porto Alegre não decolasse. No Tricolor Paulista desde agosto, o ala agora busca um recomeço na vida, morando no CFA Laudo Natel e cortando gastos excessivos e atitudes que o atrapalhavam fora de campo. Já foram 16 partidas pelo novo clube, em três torneios diferentes.

QUEM É ELE?

Carlos Eugênio Júnior
Tavares dos Santos nasceu no dia 7 de agosto de 1996 em
Porto Alegre (RS), é lateral-esquerdo e está emprestado pelo Grêmio ao São Paulo após passagem pelo Joinville neste ano

O vínculo atual termina em dezembro deste ano e tem apenas um quinto dos salários bancados pelos são-paulinos. O Grêmio já sinalizou que não colocará empecilhos para liberá-lo definitivamente, pois considera que lá o garoto teria de conviver sempre com desconfianças, mas crê em reviravolta no Morumbi. A aposta é que uma "mudança de ambiente" pode projetar a promessa.

Tanto é que os gaúchos devem vender apenas metade dos direitos econômicos de Júnior, por aproximadamente R$ 500 mil. O lateral está feliz no São Paulo, chegou a ser observado em treinos no CT da Barra Funda, relacionado por Ricardo Gomes no Campeonato Brasileiro e já aceitou ter contrato modesto em comparação ao que possui atualmente com os gremistas. Aumentos seriam dados progressivamente em cada um dos quatro anos do novo vínculo.

Já com 20 anos de idade, ele já deve começar o ano integrado ao elenco profissional, disputando posição com Matheus Reis, que completará 22 anos, e de Reinaldo, que volta da Ponte Preta. Caíque, outro do sub-20, também pode ser promovido, mas é mais jovem (18 anos) e tem atuado na ponta. Mena e Carlinhos devem ser as baixas no setor no próximo ano.

QUEM DEVE SAIR?

Mena

Está emprestado pelo Cruzeiro e o vínculo termina já em 31 de dezembro deste ano. Agrada e muito ao São Paulo pela entrega e pela regularidade, mas o clube paulista entende que os mineiros dificilmente aceitarão mais um empréstimo sem custos do chileno. As boas campanhas com sua seleção fazem a Raposa pensar em negociá-lo de vez e por valores mais altos do que o Tricolor espera pagar por um lateral-esquerdo. Neste ano, disputou 41 partidas.

Carlinhos
Vai para a terceira temporada no São Paulo, ainda sem se firmar. Os melhores momentos do lateral-esquerdo foram atuando mais adiantado como ponta, mas quase sempre interrompidos por problemas físicos. Não reagiu bem à agressão de torcedores na invasão ao CT e tem postura que desagrada parte do departamento de futebol. Está lesionado e esteve perto de ir ao Internacional no meio do ano. É boa moeda de troca, já que tem mais um ano de contrato. Fez 32 jogos em 2016.