LANCE!
12/08/2017
17:18
São Paulo (SP)

Na véspera do duelo contra o Cruzeiro, fundamental na briga do São Paulo para sair da zona de rebaixamento, jogadores e membros da comissão técnica do clube receberam medalhas de seus parentes. O Tricolor permitiu a visita de familiares para celebração antecipada do Dia dos Pais durante o almoço deste sábado, no CT da Barra Funda.

Pais dos jogadores e os próprios atletas, além dos profissionais da comissão técnica, saíram da comemoração com uma medalha que tinha o símbolo tricolor de um lado e, do outro, a inscrição "Meu Pai Meu Campeão".

O auxiliar Lucas Silvestre fez questão de fazer a homenagem a seu pai, o técnico Dorival Júnior. O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, também foi ao CT e recebeu uma medalha.

A estratégia foi adotada para melhorar o clima antes do começo da concentração. Na manhã deste sábado, sem a presença da imprensa, Dorival comandou o último treino antes de enfrentar o Cruzeiro, às 11h deste domingo. O Tricolor tem 19 pontos em 19 rodadas e terminou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro na zona de rebaixamento, em 17º lugar.

- Foi um momento harmonioso, de tranquilidade. Um almoço prazeroso em família e que traz valores importantes para o time - comentou o meio-campista e capitão Hernanes, que recebeu seu pai, José Cosme, na concentração.

- É sempre importante estar próximo da família, independentemente da situação, porque é difícil ter momentos assim com a rotina do futebol: jogos, viagens, treinos e concentração. O ritmo da nossa profissão é assim, então foi bom aproveitar essa oportunidade com a família no CT. E, obviamente, nos trouxe energias positivas para reagir neste momento do Brasileiro - disse Lugano, que trouxe os filhos Thiago e Bianca para o almoço, já que o mais velho, Nico, mora no Uruguai.

- Meu filho, Guilherme, tem um ano e cinco meses. Será um sonho realizado entrar no Morumbi amanhã e vê-lo nas arquibancadas. Fico até emocionado, porque trabalho e luto por ele também. Assim como os torcedores, nossos familiares nos trazem motivação extra. E isso vai nos ajudar muito - apontou o meia-atacante Marcos Guilherme, que já admitiu ser são-paulino na infância e terá, neste domingo, sua primeira chance como titular no clube.