Bruno Grossi
31/07/2016
15:55
São Paulo (SP)

Ninguém saiu ganhando neste domingo, no Morumbi. Menos de uma hora após o São Paulo empatar em 2 a 2 com a Chapecoense pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Tricolor entrou em campo novamente pela Copa Paulista e mais uma vez terminou com o placar igualado. Diante do XV de Piracicaba, a equipe da capital ficou no 1 a 1.

Com preços baixos e estádio lotado para o duelo do Brasileirão, a diretoria do São Paulo esperava que o jogo secundário pudesse ter um público maior, que impulsionasse os garotos do sub-20. A jovem equipe segue sem vencer na Copa Paulista, mas tem feito jogos parelhos com adversários profissionais. E, neste domingo, a vitória escapou por pouco.

O meia Shaylon, grande destaque do time treinado por André Jardine, abriu o placar para os tricolores, que dominaram o primeiro tempo. Ali, a torcida já não passava de cem pessoas, incluindo apaixonados pelo XV que ocuparam o setor de visitantes do Morumbi. Mais cedo, foram quase 55 mil presentes para dar ao São Paulo o recorde de público nesta edição do Brasileirão.

No segundo tempo, contudo, a equipe de Piracicaba voltou melhor, criando chances claras contra o goleiro Lucas Perri. Mas foi na base da sorte que o empate saiu: Romarinho cobrou falta, a bola desviou e matou o arqueiro são-paulino. Celsinho ainda foi expulso e deixou os visitantes com um a menos, mas o Tricolor não conseguiu voltar à frente do placar.

Na próxima semana, o São Paulo terá três compromissos para o time sub-20. Os garotos que estão sendo testados na Copa Paulista jogam quarta-feira, às 15h, contra o Bragantino no Morumbi, e domingo, às 10h, contra o Juventus na Rua Javari. No sábado, o clube usará atletas do sub-19 para encarar o São José dos Campos pelo Paulistão Sub-20, em Cotia.

O evento deste domingo foi o primeiro, desde 1994, em que o Morumbi recebeu dois jogos profissionais e oficiais do São Paulo no mesmo dia. No dia 16 de novembro daquele ano, os são-paulinos viram Juninho Paulista defender a camisa tricolor contra o Sporting Cristal (PER), pela Copa Conmebol, e contra o Grêmio, pelo Campeonato brasileiro. As duas partidas foram vencidas por 3 a 1 e o ex-meia marcou de falta no duelo internacional.