O colombiano Wilder Guisao veio ao São Paulo a pedido de Osorio, mas não se destacou

Wilder Guisao celebra gol ainda com a camisa do Toluca, em 2015 (Foto: AFP / MARIA CALLS)

Bruno Grossi
25/04/2016
08:20
São Paulo (SP)

Wilder Guisao pode até ter feito somente duas partidas na temporada. Pode até ser cortado do banco de reservas na maioria dos jogos. Mas é no camisa 13 que mora parte das esperanças do São Paulo para eliminar o Toluca (MEX) nas oitavas de final da Copa Libertadores da América.

Se o colombiano pouco aparece em 2016, no elenco ele é visto como peça importante. É trabalhador, dedicado e colabora para um ambiente mais leve no clube. A partir de hoje, o atacante terá a chance de ser ainda mais participativo e entregar as virtudes do Toluca, clube que o emprestou ao Tricolor até o dia 15 de julho deste ano.

NÚMEROS DE WILDER
Jogos: 12
Gol: 1
Assistências: 5

– Eles têm um time que joga muito bem com a bola nos pés e que impõe um ritmo muito forte como mandante. Em casa é uma equipe realmente forte. Mas se o São Paulo jogar nessas oitavas de final como está jogando a Libertadores até aqui, teremos chances de classificar. Eu saí muito bem com a torcida, com todo mundo. Mas agora estou no São Paulo e faremos tudo para ganhar deles – projetou Wilder Guisao.

Contratado a pedido do compatriota Juan Carlos Osorio em julho do ano passado, o atacante tem somente 12 partidas pelo São Paulo. O curioso é que o atleta formado pelo Atlético Nacional (COL) mostra eficiência e participa de um gol a cada dois jogos: um tento e cinco assistências anotadas.

Wilder Guisao - colombiano
Wilder é querido no Tricolor (Foto: Maurício Rummens/Fotoarena)

Contra o Toluca, dificilmente ele terá chances diante da concorrência de Kelvin e Centurión na ponta direita, mas promete ajudar Edgardo Bauza nas oitavas de final – o primeiro jogo será às 21h45 de quinta-feira no Morumbi.

– É quase igual de quando saí. Segue o mesmo treinador (José Saturnino Cardozo), que monta times agressivos, que saem rápido.  Meu sentimento é bom porque vou voltar à Toluca e encontrar todo mundo que gosto. Mas se o São Paulo jogar com ritmo forte em casa, podemos fazer a diferença para ir mais tranquilos para lá, que é complicado – alertou.