São Paulo x Ponte Preta

São-paulinos estão na 11ª colocação do Campeonato Brasileiro, com 42 pontos (Foto: Ale Cabral/AGIF/Lancepress!)

Bruno Grossi
25/10/2016
07:25
São Paulo (SP)

Ao conquistar duas vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro, o São Paulo aumentou para sete pontos a distância para a zona de rebaixamento e já há quem sonhe mais alto no elenco e, principalmente, na torcida. Isso porque a distância também é de sete pontos para o Corinthians, primeiro time do G6. São mais 18 pontos em jogo, três confrontos diretos, jogos contra penúltimo e último colocado e a chance de até o sétimo lugar ir à Libertadores de 2017. Mas será possível confiar em arrancada do Tricolor depois de uma temporada com tantas estatísticas negativas?

O São Paulo tem a quarta melhor defesa do Brasileirão, com 31 gols sofridos, e é o time que mais desarma, com 19,1 por partida

POR QUE ACREDITAR?

Fim da seca

Foram nove partidas de jejum até que um atacante do São Paulo voltasse a balançar as redes. Coube a David Neres, aos 36 minutos da partida contra a Ponte Preta, encerrar a seca e retomar a confiança do setor ofensivo. Chavez, porém, chegou a dez jogos sem gols.

Tabela

Em casa, o Tricolor tem confrontos diretos contra Corinthians (6/11) e Grêmio (16/11) e encerra o ano diante do Santa Cruz, possivelmente rebaixado. Fora, pega o lanterna América na próxima segunda. Pedreiras contra Atlético-MG e Chapecoense, também fora.

São Paulo x Ponte Preta
A torcida no Morumbi tem dois dos cinco recordes de público do Campeonato Brasileiro (Foto: Ale Cabral/AGIF/Lancepress!)

Apostas
Ricardo Gomes tem se mostrado feliz nas escolhas feitas nas últimas partidas. O ataque cresceu com Robson e depois com David Neres e Pedro. A opção por dar mais espaço para os garotos da base ainda ajudou a reaproximar a torcida da equipe nesta fase conturbada.

Palavra de quem confia
"Como temos condições matemáticas de chegar, basta que façamos nossa parte, que é vencer, vencer e vencer. O propósito é exatamente esse. O time ganhou confiança e autoestima e a tendência é melhorar. É algo palpável, porque o time mostrou que luta muito. Queremos estar mais em cima do que embaixo", disse o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva.

O Tricolor é o segundo com mais derrotas em casa no ano, entre os times da Série A: dez, contra 12 do Santa Cruz. É o terceiro que mais precisa de chutes para cada gol: 12,1 

POR QUE NÃO ACREDITAR?

Artilharia fraca

O São Paulo segue entre os piores ataques do Campeonato Brasileiro. Os dois gols sobre a Ponte Preta até fizeram o time subir no quesito, mas os 32 tentos em 32 rodadas ainda rendem o quarto pior poder ofensivo da Série A. No ano, são 74 tentos em 65 partidas.

Visitante amigo
O Tricolor fez 33 dos 65 jogos da temporada fora de casa. E o aproveitamento é baixíssimo como visitante: 14 derrotas, 13 empates e apenas seis vitórias, incluindo o amistoso contra o Cerro Porteño (PAR). No Brasileirão, são quatro triunfos, cinco empates e sete derrotas.

Chavez - São Paulo
O argentino Chavez não marca há dez partidas (Foto: Luis Moura)

Sem embalo
Nenhuma vez na temporada o São Paulo venceu três partidas seguidas. A equipe conseguiu emplacar apenas séries de dois triunfos, em seis ocasiões, mas sempre falhou na terceira tentativa. Entre Paulistão e Libertadores, porém, venceu três "rodadas" seguidas, mas com um dos jogos adiado - Água Santa (6/2, 2ª rodada). César Vallejo (10/2) e Mogi Mirim (1/3, 3ª rodada).

Palavra de quem confia
"Meu pensamento é somente no América-MG, é sempre no próximo jogo. Sei nosso time não venceu três partidas seguidas nenhuma vez, no ano inteiro, então precisamos baixar a bola e buscar isso. É baixar a bola e trabalhar sério", ponderou o técnico Ricardo Gomes.