Bruno Grossi
12/05/2016
06:45
São Paulo (SP)

O elenco do São Paulo esteve perto de sofrer sua primeira baixa para o Campeonato Brasileiro. Na última segunda-feira, o meia-atacante Daniel chegou a pedir para ser negociado com o América-MG por empréstimo, mas as tratativas não avançaram. O entrave foi causado por um pedido de Edgardo Bauza, que quer manter o camisa 8 no plantel tricolor.

A diretoria são-paulina admite a procura do Coelho pelo meia, mas é cautelosa ao falar sobre o desfecho das negociações. O estafe do jogador, no entanto, dá como certo o veto de Patón. O treinador argentino, aliás, já fez o mesmo com João Schmidt em fevereiro, quando o volante tinha proposta do Avaí.

No momento, Daniel, de 22 anos, está afastado dos treinos no CT da Barra Funda devido a um quadro de caxumba, mas antes já se recuperava de trauma no joelho direito no Reffis. Os problemas físicos, inclusive, têm sido um pesadelo na carreira do armador, que rompeu o ligamento cruzado anterior do mesmo joelho em 2014, mas precisou refazer a cirurgia quatro meses depois.

A estreia pelo São Paulo aconteceu somente em setembro do ano passado, no empate sem gols com o Joinville pelo Brasileirão. O meia chegou a disputar mais uma partida em 2015, contra o Fluminense em outubro, e só voltou a jogar nesta temporada. Foram sete aparições no time de Bauza, todas como titular. Daniel não marcou gols e nem deu assistências.

O último jogo foi no encerramento do Campeonato Paulista, na derrota por 1 a 0 para o São Bento em 10 de abril - o camisa 8 foi substituído ainda aos 30 minutos devido ao trauma no joelho direito. Sem conseguir engrenar no Tricolor e em busca de sequência de jogos, Daniel acreditava ser um bom negócio ir ao América, atual campeão mineiro e dirigido por Givanildo Oliveira.