LANCE!
24/11/2016
18:27
São Paulo (SP)

Boa parte da torcida do São Paulo está empolgada com o anúncio de Rogério Ceni como novo treinador do time e o ídolo se mostra na mesma sintonia. Em entrevista ao site oficial do clube, O Mito disse que espera ver o Morumbi com pelo menos 40 mil pessoas nos jogos. Segundo ele, a torcida é a principal força para que as vitórias aconteçam.

- A grande estrutura do clube, o peso da camisa do São Paulo, isso tudo pode dar combustível. E com o principal: ver o Morumbi cheio, ver o Morumbi a cada jogo com pelo menos seus 40 mil lugares da parte de cima lotados. O combustível desse time, por mais contratações que você faça, vem da arquibancada - declarou o ex-goleiro.


Ceni parece satisfeito com o período que passou estudando para ser treinador. O Mito fez curso na Inglaterra e passou períodos com treinadores renomados, como Jorge Sampaoli, do Sevilla (ESP), e Jurgen Klopp, do Liverpool. Agora, chegou a hora de retornar à velha casa.

- Acho que daqui eu nunca saí. As memórias são ainda muito recentes. O Morumbi é como se fosse minha casa. O que eu espero é estar à altura de um clube como o São Paulo, da grandeza do São Paulo. Tentei me aplicar bastante, estudar bastante nesse espaço de tempo de quase um ano que eu fiquei afastado do futebol como atleta - afirmou Ceni.

- Agora, em uma nova função, o que eu pretendo é ter pessoas que tenham conhecimento, que possam somar e ajudar muito a construir uma nova história para o São Paulo: jogadores, comissão técnica, integrados à parte de futebol, de marketing, comunicação e a presidência do clube. Acho que isso é o mais importante para que a gente possa fazer um São Paulo melhor do que vem sendo nos últimos tempos - completou o Mito.

Sobre Sampaoli, o agora treinador explicou por que escolheu o argentino para acompanhar os trabalhos. Ele passou uma semana na Espanha observando os treinos do Sevilla, clube atual do meia Paulo Henrique Ganso, ex-companheiro de Ceni no São Paulo.

- er goleiro e técnico numa mesma vida é um desafio muito grande, são duas posições em que a pressão é muito forte. Me perguntaram por que escolhi assistir aos treinos do Jorge Sampaoli. E respondi que ele é um treinador que tinha características muito parecidas com a maneira que eu enxergava futebol. Fui muito bem recebido no Sevilha, escolhi passar uma semana até a preparação para um jogo e pude aprender muito - avaliou o Mito.

Ceni ainda passou um recado aos futuros comandados. Ele quer alguém com a dedicação dele ao São Paulo. O ex-goleiro é reconhecido pelo seu profissionalismo e obsessão ao trabalho.

- A relação e o trato com os jogadores serão os mesmos como atleta. Agora ocupando uma posição diferente, mas com o mesmo respeito, o mesmo carinho pelos amigos, aqueles que ainda estão aqui enquanto eu jogava, alguns jovens que subiram da categoria de base. Aqueles mais velhos que chegaram logo depois da minha saída - finalizou Ceni.