Torcida do Santos na Vila Belmiro (Foto: Ivan Storti/ Divulgação SantosFC)

Torcida do Santos na Vila Belmiro (Foto: Ivan Storti/ Divulgação SantosFC)

LANCE!
04/11/2015
16:30
Santos (SP)

Depois de o vereador Laercio Benko (PHS/SP) declarar em reunião da CPI das Torcidas Organizadas que uma tragédia entre torcedores de Santos e Palmeiras na final da Copa do Brasil é iminente por conta da falta de segurança da Vila Belmiro, o Santos emitiu um comunicado repudiando a fala do presidente da CPI.


Na nota, o clube reitera que a logística de segurança para grandes clássicos como este do próximo dia 25 é discutida com antecedência. Ainda de acordo com o clube, a declaração de Benko pode complicar o trabalho da PM. "Profetizar uma tragédia pode complicar o trabalho da PM. O Santos FC sempre prezou pela volta das famílias aos estádios (e recebeu muitas durante esta temporada) e repudia quaisquer atitudes ou declarações que possam gerar a violência."

Confira abaixo o comunicado na íntegra:

O Estádio Urbano Caldeira já recebeu nesta temporada a final do Campeonato Paulista contra o mesmo adversário das finais da Copa do Brasil, o Palmeiras, e nenhum incidente foi registrado.

O Santos FC preza pela segurança de seus torcedores e para isso tem o apoio irrestrito da Polícia Militar e de outros órgãos que garantem a integridade dos torcedores dentro e fora da Vila Belmiro.

A organização do esquema de segurança para grandes clássicos na Vila Belmiro é tratada sempre com antecedência, com inteligência e com responsabilidade.

"Profetizar" uma tragédia pode complicar o trabalho da PM. O Santos FC sempre prezou pela volta das famílias aos estádios (e recebeu muitas durante esta temporada) e repudia quaisquer atitudes ou declarações que possam gerar a violência.

A Vila Belmiro está pronta sim para receber um jogo deste porte, entre duas equipes grandes do estado de São Paulo e a diretoria alvinegra ressalta que confia no trabalho dos dirigentes do Palmeiras, em questão de segurança, na decisão marcada para 2 de dezembro no estádio do adversário.

Precisamos de união para realizarmos o espetáculo. O vereador e presidente da CPI das Torcidas Organizadas, Laercio Benko, é nosso convidado para conferir de perto que tragédias passam longe do Templo Sagrado do Futebol Mundial.

O Santos FC exige respeito.