Modesto Roma Júnior - Santos

Presidente do Santos bateu o pé e disse que ninguém vai sair agora (Foto: Pedro Ernesto Guerra Azevedo / Santos FC)

Russe Dias
26/01/2016
14:09
Santos (SP)

O evento era para o lançamento do novo uniforme do Santos, mas a terça-feira serviu para outros assuntos ainda mais importantes na Vila Belmiro. O presidente Modesto Roma Júnior informou e repetiu que, depois de Geuvânio, o Santos não vai vender mais ninguém.

Além disso, o dirigente santista ainda alfinetou o rival Corinthians, para usar o clube do Parque São Jorge como exemplo de desmanche.

- Outros sofreram desmanche, mas o Santos vai manter sua equipe. O balcão de negócios fechou, o Santos não vai mais vender nenhum de nossos atletas. Quem quer desestruturar nossa equipe, saibam que não vão conseguir. Saibamos todos que o Santos tem em seus atletas seu maior patrimônio - gritou o dirigente, antes do desfile das novas camisas.

- O Santos precisa que aqueles bandidos que quiseram vir aqui delapidar nosso patrimônio percam as esperanças. O Santos é maior que todos e vamos defendê-lo a todo custo. Não vamos abrir mão de defender o direito do Santos. Os direitos do Santos estão acima de qualquer pessoa - concluiu.

Até então, só Geuvânio foi vendido e por 11 milhões de euros, sendo que o Peixe lucrou cerca de R$ 17 milhões com o negócio.

Novo Uniforme do Santos
Santos lançou novas camisas (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)