LANCE!
23/05/2016
13:17
Santos (SP)

O Santos conseguiu uma vitória na Justiça em mais um caso da disputa com o Doyen Sports referente ao atacante Leandro Damião. No dia 4 de abril, o clube havia sido obrigado a pagar R$ 74 milhões ao fundo de investimentos. Agora, a decisão do juiz Carlos Aleksander Goldman é pela extinção da ação, pois ele entendeu que o acordo entre o jogador e o Peixe foi para que o ex-camisa 9 fosse emprestado, diferente da primeira decisão, que implicava no fim do vínculo contratual entre as duas partes.

Desta forma, o Santos não terá que pagar o montante ao Doyen referente à rescisão de contrato. Por outro lado, a relação financeira estabelecida em 2013 continua em vigor, como o empréstimo de R$ 42 milhões com juros de 10% ao ano para o Alvinegro comprar o atacante do Internacional.


Na Vila Belmiro, a decisão é comemorada já que os R$ 4 milhões da premiação do Campeonato Paulista estava bloqueada devido a ação do Doyen. Sendo assim, o dinheiro será repassado aos cofres do Alvinegro.

"O Santos FC comunica a todos os seus associados e torcedores que a ação de execução movida pela Doyen contra o Clube, referente ao valor correspondente a aquisição do atleta Leandro Damião, foi extinta em primeiro grau, reconhecendo o magistrado prolator da decisão a alegação do Santos FC de que nada deve aquele fundo, no momento, pela aquisição do mencionado atleta, que ainda continua vinculado ao Clube, porém, com empréstimo para outras agremiações.", se manifestou o clube, por meio de um comunicado.

Outro jogador que tem relação com o Doyen Sports no Santos é Lucas Lima. 80% dos direitos econômicos do meia são do fundo de investimentos maltês.

DAMIÃO LIVRE NO MERCADO

Depois de deixar o Real Betis, da Espanha, Damião está livre no mercado. Enquanto o Santos tenta oferecer o jogador e já trata de um empréstimo com um clube nordestino,  estafe do jogador também negocia com outras equipes e cogita permanecer no exterior.