LANCE!
22/05/2016
14:11
Santos (SP)

Dorival Júnior festejou a primeira vitória do Santos no Campeonato Brasileiro, mas deixou a Vila Belmiro incomodado com a atuação da equipe diante do Coritiba, na manhã deste domingo. O treinador não gostou da forma como a equipe se portou e cobrou melhora.

Para o comandante, o Peixe não soube encontrar espaços na defesa adversária e ainda deu oportunidades de o Coxa contra-atacar pelo centro. Ele explicou que a equipe concentrou as ações ofensivas pelo meio, que estava congestionado, em vez de tentar chegar pelas pontas.

- Foi um resultado alcançado, mas ninguém está satisfeito. A Vila é importante a partir do momento em que você jogue bem e pressione. Não foi o que aconteceu. Não adianta ter a Vila e não ter uma equipe taticamente preparada - comentou.

- Hoje fizemos algo que não vinhamos fazendo, que eram ligações diretas e bolas na área aleatórias e desnecessárias para uma equipe de penetração. Talvez tenha sido o maior erro - lamentou.

Dorival Júnior também explicou a decisão de sacar Lucas Lima, um dos jogadores mais badalados do Peixe, ainda no intervalo. Ele negou qualquer problema físico do camisa 20 e argumentou que a decisão foi apenas técnica:

- (Ele saiu) Em razão da própria sequência que vinha, trabalhou pouco nesses 20 dias, ele sentiu muito a partida. Não estava com a mobilidade normal, com dificuldades para sair da marcação. Estávamos encontrando dificuldades inclusive no preenchimento do nosso meio, até por ele estar caindo pelos lados. Quando o Lucas perde a possibilidade do giro, que é fatal e lhe dá possibilidade de criar, ele tenta jogar de frente, e aí tem que atuar mais lateralmente. Só que quando o Coritiba retomava a bola, tinha o meio aberto, aí eles prevaleciam com dois ou mais homens no setor. Tentamos corrigir no intervalo - afirmou.

O próximo compromisso do Peixe é na quarta-feira, às 19h30, contra o Figueirense, em Florianópolis, pela terceira rodada.