Alison, volante do Santos

Alison deve ser improvisado na lateral direita para o duelo com o Rio Claro (FOTO: Ivan Storti)

LANCE!
17/03/2016
17:32
Santos (SP)

Sem contar com outro lateral-direito inscrito no Paulistão além de Victor Ferraz, já que Daniel Guedes se recupera de inflamação na tíbia, o técnico Dorival Júnior deve recorrer a uma improvisação para encarar o Rio Claro, no próximo domingo, fora de casa.

Volante de origem, Alison deve vencer a concorrência do lateral-esquerdo Caju e ser o escolhido de Dorival para começar a partida. O camisa 5, porém, não trata a improvisação como definitiva e segue se considerando volante.

- No momento, não penso assim. É uma ocasião que necessita de lateral. Tem duas opções, eu ou Caju. Então, hoje, penso assim. Sou volante, mas se precisar, posso ajudar - disse o jovem, em entrevista coletiva nesta quinta-feira, no CT Rei Pelé.

Entretanto, esta não será a primeira vez que Alison atuará como lateral-direito. Revelado nas categorias de base do Peixe, o jovem foi campeão da Copinha de 2013 na posição, quando retornava de suspensão na semifinal do torneio.

- Vinha como volante, mas estava suspenso na semifinal. Passamos para a final. Tinha quatro vagas no meio para cinco jogadores. Ele (Claudinei Oliveira, técnico da base à época) perguntou se eu via problema em jogar na direita. Falei que não, que importante era jogar, oportunidade muito boa. Foi essa a história - revelou o polivalente jogador. 

Alison, porém, reconhece as diferenças de características em relação a Victor Ferraz e já adianta que sua principal preocupação será com a marcação.

- O Victor apoia muito, chega bem ao ataque. Minha característica é a marcação. Foi me preocupar primeiramente em marcar. Se tiver oportunidade de chegar ao ataque, vou fazer - admitiu.