Geuvânio - Santos

Geuvânio deixou a academia e treinou com bola nesta terça-feira, no CT Rei Pelé (Foto: Ricardo Saibun / Santos FC)

LANCE!
19/01/2016
17:14
Santos (SP)

O técnico Dorival Júnior teve uma boa notícia, pelo menos por enquanto. Torcendo pela permanência de Geuvânio, o treinador do Santos pôde contar com o camisa 11 no treino técnico desta terça-feira, no CT Rei Pelé. O atacante de 23 anos, que está na mira do Tianjin Quanjian, da China, parou de sentir um incômodo muscular na região da virilha e deixou a academia.

Geuvânio participou de uma atividade em, ao lado de Gabigol, Ricardo Oliveira, Lucas Lima, entre outros atacantes, em que os jogadores do sistema ofensivo tinham que aprimorar as jogadas pela linha de fundo contra outra equipe formada por defensores.

Aparentemente, o camisa 11 não se queixou de dores e ficou em campo por aproximadamente uma hora.

Posteriormente, Dorival organizou um trabalho coletivo, composto de jogadores reservas contra a equipe do Santos B. Jogadores que têm a chance de serem emprestados, como Jubal, Pedro Castro, Lucas Crispim, Stéfano Yuri, participaram do treinamento.

Após fazer um jogo treino contra o Red Bull no último domingo, vencido por 3 a 2, o Peixe vai a Salvador para um amistoso contra o Bahia, no sábado, às 18h30, na Arena Fonte Nova.

NEGOCIAÇÃO COM A CHINA

A negociação entre Santos e Tianjin Quanjian por Geuvânio está prestes a ser definida. O Peixe recusou uma oferta oficial de 11 milhões de euros, e fez uma contraproposta superior a 15 milhões de euros (R$ 65 milhões).

O Peixe detém 35% dos direitos econômicos do atleta e, se tiver sucesso na negociação, pode lucrar até 5,2 milhões de euros (R$ 22 milhões). A Doyen Sports tem outros 35%, e o próprio jogador divide 30% com seu empresário.