Léo Saueia e Russel Dias
25/10/2016
06:05
São Paulo e Santos (SP)

Depois de acertar a contratação do colombiano Vladimir Hernandez como primeiro reforço para a próxima temporada, o Santos mira agora seu principal alvo: o meia Alejandro Guerra, do Atlético Nacional, da Colômbia.

Guerra é sonho antigo da diretoria do Peixe. Na janela do meio do ano, os dois clubes negociaram a transferência do venezuelano de 30 anos para a Vila Belmiro, mas o título da Libertadores conquistado pelo Atlético inviabilizou o acerto.

Depois de considerar avançadas as conversas por Keno, do Santa Cruz, o Santos viu o vazamento do interesse despertar a concorrência de outros clubes e inflacionar o negócio. Assim, acabou perdendo o jogador para o rival Palmeiras.

Com medo de o mesmo se repetir com Guerra, já que o próprio Palmeiras manifestou interesse no passado, o Santos tenta manter o maior sigilo possível. No entanto, o LANCE! apurou que o jogador é o principal objetivo para 2017.

Na última semana, o presidente Modesto Roma Júnior viajou ao Paraguai para reunião da Conmebol e se encontrou com o mandatário do clube colombiano, Juan Carlos De La Cuesta, no avião. Os dois dirigentes discutiram o futuro de Guerra.

Antes disso, inclusive, o Peixe enviou um representante à Colômbia para fechar negócio com Vladimir Hernandez e ainda avançar nas negociações pelo venezuelano.

Além da qualidade técnica que encantou o técnico Dorival Júnior, o que pesa a favor de Guerra é sua experiência em Libertadores, torneio que o Peixe deve voltar a disputar em 2017 após quatro anos de ausência.

O Atlético Nacional confirma que já recebeu a primeira oferta e recusou. O Santos, sem nem pensar em plano B, espera em sigilo pelo meia.