Diogo Vitor - Santos

Diogo Vitor "cambaleou" no clube enquanto esteve desaparecido (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

Léo Saueia e Russel Dias
23/07/2016
07:45
São Paulo e Santos (SP)

"Seu futuro é você quem faz." São comuns frases desse tipo em campanhas publicitárias de escolas e universidades, por exemplo. Mas a campanha em questão é a vida e carreira de Diogo Vitor, jovem atacante do Santos.

Entre sumiços e seguidas oportunidades na base, no time B e até mesmo no profissional do Santos, Diogo retornou na última semana após período no interior de Minas Gerais, onde esteve justamente pensando no futuro com a família.

Desde então, após broncas e cobranças até do empresário Rodrigo Bulgarelli, da Toni Sport, não faltou mais a treinos e tem aparecido para trabalhar antes do horário marcado para as atividades do time B. Comprometimento, segundo a joia, é só o que se verá dele a partir de agora.

- Então, primeiramente tive uma conversa muito boa com o Kleiton (técnico do Santos B). Eu estava um pouco para baixo por conta de ter sido rebaixado para a equipe B, mas a vida é assim. Dei minha palavra para eles de que não faltaria mais em treino, e agora estou bem motivado e muito focado - disse, em entrevista ao LANCE!.

Diogo Vitor
Diogo Vitor já 'desapareceu' do Santos em duas oportunidades (FOTO: Pedro Ernesto Guerra)

Uma lesão sofrida no ligamento do joelho, no fim de 2014, foi o início de tudo. Privado de fazer o que mais sabe, o jovem disse ter perdido a motivação e deu início aos "sumiços" que marcaram sua passagem pelo Peixe até aqui.

Encantado com o potencial de Diogo, o técnico Dorival Júnior promoveu a joia ao profissional e deu a ele oportunidades na equipe. Mas nova falta a treinamentos quebrou o elo construído entre os dois, e o jovem foi devolvido à equipe B. Ciente do erro, Diogo aproveitou sua primeira entrevista após as polêmicas para se redimir e mandar recado a Dorival:

- Ele perdeu minha confiança porque a gente sentou e conversou muito sobre essa questão. Então sei que já tive várias oportunidades e não foram aproveitadas, mas queria pedir uma nova oportunidade para mostrar que estou bem focado na minha carreira profissional. Estou com a cabeça erguida e quero mostrar meu verdadeiro futebol à torcida. 

Torcida, aliás, que mostra por meio das redes sociais estar descontente com o comportamento de Diogo. Em muitas mensagens, os santistas cobraram posição mais firme da diretoria e até mesmo a rescisão contratual da joia.

Mas é justamente o talento de uma joia ainda em lapidação que a diretoria se opõe à ideia e aposta na recuperação de mais um Menino da Vila para evitar que Diogo "faça seu futuro" longe da Baixada.

Ciente e incomodado com a repercussão negativa com o principal patrimônio do clube, a joia santista não abaixa a cabeça e mostra confiança em sua volta por cima dentro do Alvinegro.

"Dei minha palavra de que não faltaria mais a treino. Estou motivado", Diogo Vitor

- Quero pedir desculpas por esses erros, e tenho certeza que quem me xingou daquela forma logo estará me aplaudindo de pé .

Depois de tomar decisões que prejudicaram a si mesmo e aprender , Diogo Vitor entendeu que o futuro é ele mesmo quem faz...

Confira um bate-bola exclusivo com Diogo Vitor:

Como o elenco te recebeu depois que você voltou de Minas Gerais?
Minha volta foi excelente. O grupo me recebeu super bem. Não quero perder a confiança deles, até porque isso vai indo até eles poderem se cansar da postura que eu tava tendo.

Quais eram os problemas pessoais que você alegou para justificar as faltas aos treinamentos?
Então, os problemas eram mais comigo mesmo. Eu estava muito desmotivado e vi que esse não era o caminho certo para minha vida. Em seis anos de Santos nunca tinha acontecido isso, fiquei mais desmotivado quando rompi o ligamento e sentia dores. Mas aí com o trabalho que foi super bem feito no time profissional, consegui reverter.

Objetivo agora é voltar para o time principal do Santos?
Obviamente que sim, vou continuar trabalhando firme para poder ter uma nova oportunidade no time principal.

E como você volta ao clube depois de críticas e desconfiança?
Eu estou com a cabeça erguida. Espero, quando eu voltar, ter uma nova oportunidade de estar indo para os jogos e ter uma grande oportunidade de estar entre os 11 titulares pra apresentar meu verdadeiro futebol para os santistas.

Qual a importância do Clodoaldo nessa sua volta ao Santos?
Ele me deu diversos conselhos. Disse para eu focar mais na minha profissão, que eu tinha um futuro brilhante e que só eu estava tirando esse futuro de mim. Tenho muito a agradecer. Ele foi super importante nessa fase.

Cogitou largar o futebol?
Largar o futebol nunca passou pela minha cabeça, até porque é o que eu amo. É meu sonho e meu trabalho.

Temos um ‘novo’ Diogo então?
Coloquei um ponto final no passado e estou muito focado no meu futuro.